Disputa de samba para o próximo Carnaval tem início na Beija-Flor, com cuidados redobrados contra Covid-19

Spread the love

Começou nesta quinta-feira à noite a disputa de sambas-enredo da Beija-Flor de Nilópolis para o próximo Carnaval, quando a escola cantará o enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor”. Com 30 obras inicialmente inscritas, o concurso está sendo realizado presencialmente na quadra da azul e branco através de um esforço de diretores e componentes para colocar em prática os protocolos estabelecidos por autoridades da Saúde contra a Covid-19.

Além de os eventos serem fechados ao público, a quadra da Deusa da Passarela está ficando praticamente vazia durante as apresentações das obras. Apenas os compositores estão sendo autorizados a acompanhar o momento em que seus próprios sambas são vocalizados, com apoio de uma formação mínima da Bateria Soberana. Os poetas ficam isolados em camarotes da quadra e deixam o espaço em poucos minutos. Cantores e músicos são convidados a permanecer distantes enquanto trabalham. O uso de álcool gel e máscaras de proteção é regra para todos os poucos presentes.

— É uma forma de deixar as pessoas isoladas e tentar não criar aglomerações. Para quem quer ouvir o próprio samba, creio que está muito bom. Perde um pouco do calor do samba, suor e cerveja. Mas acredito que os compositores vão gostar — afirma o diretor de carnaval Dudu Azevedo.

Para garantir a inclusão do público na disputa, a Beija-Flor disponibilizará a partir de segunda-feira, nas redes sociais, vídeos com as apresentações dos sambas-enredo. Serão as primeiras versões gravadas das canções, que não foram registradas em estúdio e em videoclipes, a pedido da agremiação.

Para a porta-bandeira Selminha Sorriso, que acompanhou a primeira rodada de apresentações dos sambas, o novo formato do concurso evidencia como as escolas de samba estão resistindo à pandemia.

— É muito diferente. Um momento de reflexão e de muito agradecimento porque estamos resistindo e nos adaptando ao momento. Eu e as poucas que estão aqui sentimos falta do calor humano, mas apesar de ser difícil não deixou de ser emocionante. Em breve, estaremos comemorando esse grande enredo e a chegada da vacina — projetou Selminha.

As apresentações das obras concorrentes seguirão ocorrendo às quintas-feiras na Beija-Flor, sem a presença do público. Até o fim do ano, a previsão é que apenas dez obras sigam na disputa. Os detalhes dos cortes de samba e as gravações das obras serão divulgados semanalmente através das redes sociais da escola.

Fotos: Eduardo Hollanda

 


Spread the love
  • Related Posts

    Primeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel

    Spread the love

    Spread the lovePrimeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel tem nova coreógrafa para o Carnaval 2025 A Mocidade Independente de Padre Miguel anunciou nesta quinta-feira (23) a contratação de…


    Spread the love

    Barracão da Vila Isabel recebe visita de secretário

    Spread the love

    Spread the loveBarracão da Vila Isabel recebe visita de secretário do maior complexo de museus e pesquisa do mundo O barracão da Unidos de Vila Isabel recebeu nesta terça-feira (21)…


    Spread the love

    Você perdeu

    Escolas de samba conhecem a ordem de desfiles para o Carnaval 2005

    Escolas de samba conhecem a ordem de desfiles para o Carnaval 2005

    Negralu renova com a Cabuçu

    Negralu renova com a Cabuçu

    Primeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel

    Primeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel

    Monique Rizzeto reencontra Mestre Demétrius

    Monique Rizzeto reencontra Mestre Demétrius

    Amanda Palhares reforça Direção de Carnaval da Acadêmicos de Niterói

    Amanda Palhares reforça Direção de Carnaval da Acadêmicos de Niterói

    Barracão da Vila Isabel recebe visita de secretário

    Barracão da Vila Isabel recebe visita de secretário