Em seu terceiro reinado na Acadêmicos da Diversidade, Krys Corrêa fala da importância de se falar sobre Umbanda

Spread the love

*Em seu terceiro reinado na Acadêmicos da Diversidade, Krys Corrêa fala da importância de se falar sobre Umbanda*
Neste carnaval que se aproxima a escola de samba Acadêmicos da Diversidade defenderá o enredo “Salva a Umbanda – 115 anos de Amor, Paz e Caridade!” No carnaval da Intendente Magalhães e a rainha de bateria da agremiação, Krys Corrêa não esconde a emoção por participar deste desfile tão especial.
– Este é meu terceiro reinado junto ao pavilhão. Fui destaque no ano em que a escola nasceu e no ano seguinte já me tornei rainha de bateria. Vi a escola nascer e crescer, ali cresci junto ao meu pavilhão onde sempre fui muito bem recebida.”
A rainha, que é praticante da Umbanda, diz que este enredo é fundamental para o momento de resistência que vivemos e é uma forma de mostrar o quanto a religião prega o amor e a caridade.
– Um enredo forte mediante tantas descriminações principalmente a religiosa é fundamental. Eu, como praticante, já sofri discriminação diversas vezes e venho com muito orgulho junto ao meu pavilhão homenagear e dizer um não a
toda e qualquer tipo de intolerância.
Como é sabido, muitas religiões são alvos de ataques e as de matrizes africanas muitas vezes são as mais atingidas

e os seus praticantes sofrem esses efeitos.

– Seja umbanda ou candomblé ambas são muito perseguidas. Não podemos em uma entrevista de emprego dizer nossa religião, muitos preferem se dizer católicos para não perder as oportunidades.
Mas neste carnaval vamos juntos com a Diversidade dizer um não a discriminação religiosa.
A escola desfila na Nova Intendente Magalhães, no sábado, dia 25 de fevereiro, sendo a décima primeira a pisar na pista de desfiles.

Spread the love