Magia do Carnaval embala festa de Natal da Vila Isabel

Magia do Carnaval embala festa de Natal da Vila Isabel
*Crédito das fotos: Diego Mendes*
Papai-Noel existe: magia do Carnaval embala festa de Natal da Vila Isabel
Ainda que em fevereiro os componentes da Vila Isabel não tenham se reunido na Marquês de Sapucaí, a escola fez questão de realizar, neste sábado, uma confraternização de fim de ano para garantir que o clima de união entre a comunidade siga firme rumo ao Carnaval de 2022. As portas da quadra da azul e branca foram abertas para uma festa de Natal, com direito a Papai-Noel e muita magia (a da folia, inclusive).
Com entrada grátis, o evento aconteceu entre 9h e 13h, com foco nas famílias e nas crianças do bairro e do Morro dos Macacos, onde mora boa parte dos integrantes da Vila. Além do “bom velhinho”, a recepção no local foi feita por representantes da diretoria e de segmentos da instituição, incluindo o presidente, Fernando Fernandes, e o vice, Luiz Guimarães.
Para a alegria da garotada, houve distribuição de brinquedos diversos, entre bolas, bonecas e bicicletas (50 delas). Cestas de Natal também foram entregues, todas endereçadas aos lares dos desfilantes. A iniciativa foi organizada por meio de um sorteio, realizado na quinta-feira com resultado anunciado nas redes sociais da agremiação.
A realização do evento ficou a cargo de Guimarães, que ocupa a vice-presidência da Vila desde 2018. Uma das lideranças jovens do samba carioca, ele celebrou o sucesso da iniciativa, com alta adesão dos apaixonados pela escola, e também comentou a importância da ação:
– A festa representa muita coisa pra mim e pra minha família. Todo ano a gente procura ajudar o próximo e fazer essa ação para estender a mão a quem não tem condições de realizar um Natal digno em casa. Fico extremamente feliz de poder realizá-la e ajudar tanta gente. A escola de samba é muito mais que o Carnaval: tem um lado social de poder ajudar as pessoas, o bairro e a comunidade. Que seja um fim de ano de paz e união, como nossa iniciativa tenta construir – finalizou Guimarães.

Paulo Costa