Vila Isabel apresenta equipe para o Carnaval 2022 em evento com homenagens a Martinho, Sabrina e outros ícones

Vila Isabel apresenta equipe para o Carnaval 2022 em evento com homenagens a Martinho, Sabrina e outros ícones

Noite de gala, muito respeito e emoções em série na azul e branca mais querida do bairro de Noel Rosa nesta sexta-feira: a Unidos de Vila Isabel, em seu primeiro evento após a paralisação por causa da Covid-19, apresentou hoje a equipe responsável por seus trabalhos rumo ao Carnaval de 2022.

Fechado para convidados em razão da pandemia, o evento foi marcado por homenagens a Martinho da Vila, enredo e presidente de honra da escola; Sabrina Sato, que retornou ao posto de rainha de bateria; Aílton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, ícone da história da agremiação; Fernando Fernandes, presidente da instituição e Luiz Guimarães, vice-presidente.

Para mostrar que a Vila está forte e unida, mesmo em meio às dificuldades do Brasil e do mundo, os homenageados discursaram sobre a importância da retomada segura dos trabalhos para o próximo desfile e da convivência em comunidade.

— É um momento atípico, mas o importante é estarmos aqui juntos em prol da Vila, de sua comunidade, de seu componente apaixonado. Para essas pessoas, que amam a escola como nós, o samba cura e leva esperança — disse Fernandes, que está na presidência da Vila desde 2018.

Além das belas palavras dos demais, Martinho e Capitão Guimarães foram agraciados com a fixação de suas fotos em grandes faixas que permanecerão na sede de maneira permanente. Ausente no evento por uma legítima preocupação com o coronavírus, o músico de 83 anos já possuía um busto na entrada do local. Guimarães, aos 79 anos, passará a emprestar o próprio nome à quadra de ensaios.

Junto a eles, Sabrina foi a grande estrela da noite. Vestida com um macacação longo prateado, em referência ao branco do pavilhão da Vila, a apresentadora do “Ilha Record”, da RecordTV, agradeceu pela possibilidade de retomar o lugar de majestade e ressaltou a importância da cultura em meio a um momento nacional tão delicado em questões de Saúde.

— Mais do que nunca, o povo precisa da energia do Carnaval para esquecer um pouco do sofrimento dos últimos tempos. Espero que a gente faça o melhor dos Carnavais. Estou aqui de corpo e alma pela Vila e para a Vila! — declarou Sabrina, em trecho de seu discurso.

Assim como os dirigentes e a rainha, também tiveram vez o carnavalesco Edson Pereira; o coreógrafo da comissão de frente Márcio Moura; o intérprete Tinga; o mestre de bateria Macaco Branco; o diretor de harmonia Marcelinho Emoção e o diretor de carnaval Moisés Carvalho. Estreante na condução do pavilhão da Vila, o casal de mestre-sala e porta-bandeira Marcinho Siqueira e Cristiane Caldas bailou pela primeira vez na quadra.

— Essa nossa primeira apresentação pela Vila foi muito, muito sonhada. Estamos gratos e honrados de poder servir ao pavilhão da escola e prontos para dar o nosso melhor daqui até o Carnaval — comemorou Cristiane.

Agora, os próximos passos da Vila envolvem o concurso de sambas-enredo para embalar o enredo “Canta, canta, minha gente! A Vila é de Martinho”, desenvolvido por Pereira e equipe. No próximo dia 18, a agremiação promoverá uma apresentação dos sambas na quadra, seguida de uma eliminatória no dia 22. Cada evento, como o desta sexta, será realizado em consonância com os protocolos de segurança sanitária definidos por autoridades.

 

** crédito das fotos: Pawel Loj.

 

Compartilhar

Paulo Costa

%d blogueiros gostam disto: