Estação Primeira de MangueiraGRUPO ESPECIAL

Aniversário da Mangueira terá live com espetáculo Matrizes

A alvorada no Morro da Mangueira irá anunciar no próximo dia 28, mais um ano de vida da Estação Primeira de Mangueira. Este celeiro de bambas, que despontou e inspirou lindas obras decantadas em todo o mundo, completa 93 anos e, apesar de não poder reunir sua imensa torcida no Palácio do Samba, já tem um encontro marcado online com os mangueirenses.

O “Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc apresentam”, no canal do YouTube da Verde e Rosa, uma grande live com o show “MATRIZES”, premiado com o troféu Yedda Maria Texeira, de melhor espetáculo de 2019, oferecido pela Associação dos Embaixadores de Turismo do Rio de Janeiro.

Produzido para ocupar o interior de seu barracão de alegorias na Cidade do Samba em sua primeira temporada, Matrizes emocionou o público num amplo repertório com vertentes para o jongo, o caxambu, o choro e outros ritmos embrionários, bem como, clássicos do cancioneiro brasileiro e do repertório de célebres compositores da Estação Primeira. Com preciosidades como “Samba Agoniza Mas Não Morre”, de autoria do presidente de honra da Mangueira, Nelson Sargento, no repertório entram clássicos como: “Noites Cariocas”, “Delicado”, “Viva o Samba”, “Olha o Samba Sinhá”, “Escurinha”, “Sala de recepção”, “Canto de Ossanha”, além de vários sambas-enredo da Estação Primeira de Mangueira de grande sucesso, como: Cem Anos de Liberdade, Realidade ou Ilusão – Mangueira 1988 – de Hélio Turco, Jurandir e Alvinho.

A live acontecerá no dia 28 de abril, às 17h, no canal do Youtube da Mangueira,  https://www.youtube.com/watch?v=dTdckU0FXiw e contará com uma grande roda de samba na abertura, com sambas históricos da Estação Primeira.

 

FOTOS: LEO QUEIROZ