Samba de luto! Morre Nelson Sargento

Samba de luto! Morre Nelson Sargento

Crédito: Portal Carnaval Foto: Leonardo Vilela / Divulgação.

O samba está de luto. Morreu nesta quinta-feira, 27 de maio, presidente de honra da Mangueira, Nelson Sargento. Ele estava internado no INCA desde sexta-feira, 21 de maio, em decorrência da covid-19. O compositor, de 96 anos, havia tomado as duas doses da vacina contra o coronavírus, mas, ainda assim, contraiu a doença.

Nelson Sargento era um artista multifacetado, sendo cantor, compositor, escritor, artista plástico, ator, radialista. Compôs um dos mais importantes sambas-enredos da Mangueira, As quatro estações do ano, de 1955. É também autor de clássicos como Agoniza, mas não morre e teve entre seus parceiros craques como Cartola e Carlos Cachaça.

Com Paulinho da Viola, Zé Kéti, Elton Medeiros, Jair do Cavaquinho, José da Cruz e Anescarzinho, integrou o grupo Voz do Morro. No auge da ditadura militar, o conjunto fez espetáculos no Teatro Opinião, ícone da resistência cultural ao regime.

Homenagem

Presente em quase todos os desfiles da Mangueira, Nelson Sargento foi homenageado em 2015 pela Inocentes de Belford Roxo, quando a escola apresentou o enredo Nelson Sargento – Samba, inocente pé no chão!, desenvolvido pelo carnavalesco Márcio Puluker.

 

 

Paulo Costa

%d blogueiros gostam disto: