Beija-Flor adapta tradição solidária à pandemia e distribui 1,5 mil cestas de Natal em Nilópolis

Para quem vive em Nilópolis, na Baixada Fluminense, as festas de fim de ano sempre trazem uma certeza: a de que a Beija-Flor distribuirá cestas de Natal aos moradores menos favorecidos do município. Não foi diferente este ano: mesmo diante da pandemia da Covid-19, a escola cumpriu a tradição e distribuiu no último sábado, 19, cerca de 1,5 mil kits com alimentos destinados à população carente da cidade. A entrega foi feita a domicílio, em substituição ao evento anual que a azul e branco costuma promover em sua quadra.

Integrantes da diretoria e dos segmentos da Beija-Flor participaram da distribuição das cestas, todos orientados a manter o distanciamento adequado entre si e em relação aos moradores. O dia emocionou tanto os colaboradores da agremiação e a população, cujo dia a dia tem sido gravemente prejudicado pelos desdobramentos financeiros decorrentes da crise do novo coronavírus. Além dos alimentos, outros itens foram entregues para auxiliar os cidadãos nilopolitanos, incluindo botijões de gás de cozinha. Dada a situação precária identificada durante a campanha, a equipe estuda promover uma nova rodada de solidariedade ainda este ano.

— Não poderíamos deixar de estar com a população de Nilópolis num ano como esse, com tantas dificuldades para o mundo e o país. Esperamos ter ajudado a proporcionar, mais uma vez, Natal e Ano Novo dignos para a comunidade que faz da Beija-Flor uma escola tão querida na região — afirma Almir Reis, vice-presidente da Deusa da Passarela.

Em agradecimento pela iniciativa, moradores contemplados com as cestas gravaram vídeos nos quais agradecem aos dirigentes e à equipe da Beija-Flor. As imagens foram recebidas pelos membros da diretoria e publicadas em redes sociais para reforçar o impacto da ação social.

Esse é o primeiro compromisso que a Beija-Flor inclui em sua agenda desde o último dia 11 de dezembro, quando a escola decretou luto oficial por seu ex-presidente Farid Abrão David, morto em decorrência da Covid-19. Farid era prefeito de Nilópolis e comandou a azul e branco por quase duas décadas. A retomada oficial da programação rumo ao próximo Carnaval ocorrerá apenas em 7 de janeiro, a primeira quinta-feira de 2021, com uma nova rodada da disputa de sambas-enredo que concorrem para embalar o enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor”.

 

Fotos: Divulgação

 

Paulo Costa

%d blogueiros gostam disto: