Beija-Flor realiza nova etapa da disputa de sambas e anuncia recadastramento de componentes

Beija-Flor realiza nova etapa da disputa de sambas e anuncia recadastramento de componentes

Em ritmo de preparação para o Carnaval de 2022, a Beija-Flor realizou nesta quinta-feira mais uma etapa de sua disputa de sambas para embalar seu enredo sobre a relevância da intelectualidade das pessoas pretas. Ao mesmo tempo em que escolhe seu hino, com sete sambas remanescentes no concurso, a escola também prepara o recadastramento de seus componentes rumo ao próximo desfile.

O anúncio foi feito na quadra, em Nilópolis, pelo diretor de carnaval Dudu Azevedo.

— Seguindo os mesmos protocolos de segurança contra a Covid dos eventos na quadra, vamos realizar o recadastramento dos componentes que desfilaram com a Beija-Flor no último Carnaval, em 2020. É um primeiro passo para formarmos o contingente que estará conosco no ano que vem na Sapucaí — explica Dudu, destacando a principal regra: — Essa iniciativa é voltada apenas para os que já são nossos desfilantes. E não para novos interessados.

De acordo com o que foi comunicado à comunidade da azul e branca durante o evento, o recadastramento está marcado para segunda-feira, dia 2 de agosto, a partir das 18h, na própria quadra.

Os componentes deverão comparecer utilizando máscara de proteção facial e precisarão obedecer normas de distanciamento social, em consonância com o estipulado pelas autoridades, e higienizar as mãos com álcool em gel. Eles serão atendidos em mesas distantes umas das outras em pelo menos dois metros, com apenas um dirigente em cada uma delas operando o recadastramento.

Por causa da Covid-19, o controle será rígido quanto ao público-alvo do recadastramento: quem não desfilou em 2020 não poderá comparecer à quadra e deve esperar nova data para buscar uma vaga junto à Deusa da Passarela.

Na próxima quinta-feira, já com o recadastramento concluído, a Beija-Flor realizará mais uma etapa da disputa de samba, cuja semifinal está marcada para o dia 26 de agosto. A eliminatória mais recente acabou mantendo todos os sambas que ainda concorriam, sem cortes ao fim das apresentações. A previsão é que três cheguem à final.

Os ingressos para a disputa custam R$ 10 e a quadra, localizada na rua Pracinha Wallace Paes Leme, 1025, no Centro de Nilópolis, está abrindo com lotação restrita a 40% da quadra. Os segmentos da Beija-Flor, como bateria e alas de passistas e baianas, também se apresentam com formação reduzida.

*crédito das fotos: Eduardo Hollanda.

 

Compartilhar

Paulo Costa

%d blogueiros gostam disto: