Escolha de samba da Beija-Flor é festejada com churrasco e ‘open bar’ prometidos para a comunidade

Escolha de samba da Beija-Flor é festejada com churrasco e ‘open bar’ prometidos para a comunidade

O anúncio de que o Samba 1, da parceria do compositor J. Velosso (em memória) foi escolhido pela Beija-Flor, na última sexta-feira, para embalar seu desfile no Carnaval de 2022 virou motivo de comemoração na quadra da escola, em Nilópolis.

Após a gravação do programa “Seleção do Samba”, da TV Globo, na Cidade do Samba, Zona Portuária do Rio, os responsáveis pela obra campeã — além de Velloso, Léo do Piso, Beto Nega, Júlio Assis, Manolo, Diogo Rosa e Fionda — rumaram para a sede da azul e branca.

Por lá, promoveram um churrasco com “open bar” para todos os componentes da Deusa da Passarela interessados em comemorar a trilha sonora do enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor”, uma celebração à intelectualidade negra.

A festa havia sido prometida pela parceria à comunidade e incluiu os poetas, mesmo os das obras que não venceram o concurso, e representantes de diversos segmentos da instituição.

Entre os participantes, esteve Daniel Velloso, filho do compositor campeão J. Velloso, morto há um ano em decorrência da Covid-19. Ele era presidente da ala de compositores e, com a atual conquista, emplacou sete sambas-enredo na Marquês de Sapucaí pela Beija-Flor, três deles campeões do Carnaval.

— Estar reunido para comemorar a vitória do meu pai traz uma sensação de gratidão e reconhecimento por tudo que ele representa, até hoje, dentro da escola. Ele tinha muito carinho  e devoção pela comunidade. Respirava a Beija-Flor e vivia dentro da quadra. Era a vida dele — comemorou Daniel.

A previsão para as próximas semanas é que, de acordo com as possibilidades estipuladas por autoridades de Nilópolis e do estado do Rio diante da pandemia, a quadra da Beija-Flor siga recebendo eventos rumo à folia do ano que vem. O retorno dos ensaios deve ser anunciado em breve.

*Crédito das fotos: Eduardo Hollanda*

 

 

Paulo Costa