Portela é Patrimônio Imaterial e Cultural do estado Rio de Janeiro

Spread the love

A Lei n° 9505, de autoria do deputado Dionísio Lins (Progressista),  foi sancionada pelo governador Cláudio Castro

Agora é Lei!  O Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela acaba de se tornar Patrimônio Imaterial e Cultural do estado Rio de Janeiro. Isso é o que determina a lei n° 9505, de autoria do deputado Dionísio Lins (Progressista), sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada em Diário Oficial nesta sexta-feira.

De acordo com o autor do projeto, deputado Dionísio Lins, a finalidade é resguardar a história de uma das mais tradicionais escolas de samba em atividade no Rio de Janeiro e maior campeã do Carnaval Carioca.

“A Portela é carinhosamente chamada de Majestade do Samba e pode ser considerada um marco na história do samba carioca. Nada mais justo”, afirma Dionísio.

O vice-presidente da Portela, Fábio Pavão, comemora mais esse reconhecimento à escola e enaltece a importância dos fundadores da Portela.

“É um reconhecimento da façanha dos nossos fundadores, que há quase 100 anos chegaram num subúrbio ainda em formação  e se uniram através da cultura e da arte e criaram uma instituição cultural reconhecida internacionalmente. Essa titulação, em primeiro lugar, é o reconhecimento ao trabalho dessas pessoas, o que temos hoje é o legado deles.  A história vitoriosa da Portela, dentro das pistas de desfiles ou nas rodas de samba e, toda a relevância cultural da agremiação pro Rio de Janeiro é muito bonita e tem que ser conhecida por todos”, enfatiza.


Spread the love