As 12 Escolas do Grupo Especial já definiram seus carnavalescos para 2023

O mercado da folia entrou em ebulição logo após a divulgação das justificativas dos julgadores do Grupo Especial. Apenas três Agremiações (Grande Rio, Portela e Unidos da Tijuca) não mexeram na equipe de criação. Dois novos artistas (André Rodrigues, da Beija-Flor, e Guilherme Estevão, da Mangueira), vindos da Série Ouro, estrearão no Grupo Especial.

Grande Rio – Gabriel Haddad e Leonardo Bora renovaram;

Beija-Flor de Nilópolis – Alexandre Louzada trabalhará com André Rodrigues (ex- Acadêmicos do Sossego);

Unidos do Viradouro – Tarcísio Zanon perde a companhia de Marcus Ferreira, que foi para a Mocidade;

Unidos de Vila Isabel – Paulo Barros (ex-Tuiuti) volta à Azul e Branco, no lugar de Edson Pereira;

Portela – Renato e Márcia Lage renovaram;

Acadêmicos do Salgueiro – Edson Pereira (ex-Vila) assume no lugar de Alex de Souza;

Estação Primeira de Mangueira – Annik Salmon (ex-Porto da Pedra) e Guilherme Estevão (ex-Império da Tijuca) entram; e Leandro Vieira, sai;

Mocidade Independente – Marcus Ferreira (ex-Viradouro) entra no lugar de Fábio Ricardo;

Unidos da Tijuca – Jack Vasconcelos renovou;

Imperatriz Leopoldinense – Leandro Vieira (ex-Mangueira) entra no lugar de Rosa Magalhães;

Paraíso do Tuiuti – Rosa Magalhães (ex-Imperatriz) e João Victor de Araújo (ex-Cubango) entram; e Paulo Barros, sai;

Império Serrano – Alex de Souza (ex-Salgueiro).

 

(Foto: Henrique Matos/ LIESA)