Carnaval não será realizado com público reduzido e desfiles podem ser adiados, diz Perlingeiro

Carnaval não será realizado com público reduzido e desfiles podem ser adiados, diz Perlingeiro

Crédito: Redação SRzd

O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Perlingeiro, afirmou nesta sexta-feira (1º) que caso precise reduzir o público para a realização do Carnaval em fevereiro de 2022, adiará os desfiles das escolas de samba para o meio de ano.

Perlingeiro participou da audiência pública virtual da Comissão Especial do Carnaval da Câmara Municipal, que aconteceu nesta manhã. Ele alertou para as dificuldades financeiras do espetáculo e sua particularidade de necessitar de um grande público na Sapucaí.

“A exemplo do futebol que já abriu os estádios, mas com capacidade reduzida, eu quero avisar a todos: carnaval não é assim! Não podemos reduzir o tamanho desse espetáculo, nem de público, porque aí não teremos dinheiro suficiente para bancar esse megaevento, e muito menos de componentes”, afirmou o presidente da Liesa.

Além de Perlingeiro, participaram da audiência pública virtual: parlamentares, representantes da comunidade científica, do Carnaval de rua e das escolas de samba.

 

Paulo Costa