Tuiuti, Beija-Flor e Viradouro completam a Seleção do Samba

Tuiuti, Beija-Flor e Viradouro completam a Seleção do Samba

As três Escolas encerraram nesta sexta feira, 1º de outubro, o ciclo de escolha de sambas-enredos para 2022, transformado em série de cinco programas que a TV Globo, em parceria com a LIESA, levará ao ar a partir do dia 16 de outubro.

A comissão julgadora decidiu e escalou os três sambas finalistas que completaram a Seleção de sambas que serão apresentados na Avenida pelas 12 Escolas do Grupo Especial, no Carnaval 2022. Os compositores vencedores da Paraíso do Tuiuti, Beija-Flor de Nilópolis e Unidos do Viradouro comemoraram à beira do palco com o elenco do programa comandado por Luís Roberto. Os comentários de Milton Cunha e Teresa Cristina deram tom durante todos os episódios contextualizando os enredos das escolas e destacando os melhores momentos.

Sambas de alto nível, acompanhados por esfuziantes baterias já anunciam as emoções que vêm por aí. As reservas e vendas de ingressos em tempo recorde confirmam que saudade e expectativa borbulham no coração de foliões. Esta semana, o tema Carnaval ficou, em pelo menos três dias, entre os Trending Topics no Twitter Brasil.

“A parceria com a TV Globo foi fundamental para que conseguíssemos potencializar esta grande manifestação cultural que é o Carnaval, mostrar os sambistas tão talentosos que são capazes de se reinventar para sempre levar o melhor desfile para a avenida. Com o programa, queremos trazer novos públicos para perto da festa. Estamos dando protagonismo a quem realmente se esforça em perpetuar esta festa tão relevante para o Rio de Janeiro”, conta Jorge Perlingeiro, presidente da LIESA.

Simultaneamente, os sambas escolhidos – que serão apresentados na série Seleção de Samba, em sábados de outubro e novembro – continuam sendo gravados no estúdio da Companhia dos Técnicos, em Copacabana, de onde sairão diretamente para as plataformas digitais. A direção é de Hélio Motta, Vice-Presidente da LIESA, a produção é de Mário Jorge, ao lado dos maestros e arranjadores Jorge Cardoso, Alceu Maia e Rafael Prates.

“Imagina que em outubro já estamos conversando sobre o Carnaval e vendo um público ávido e ansioso pela volta da festa. As escolas puderam mostrar seus talentos para o Brasil e, com isso, apresentar seus processos construtivos para garantir sempre um espetáculo que encanta a todos. Estamos muito felizes com esta primeira parceria e temos certeza de que esse é o só o começo. A cada dia a Liga se renova. Vamos trazer muitas novidades ainda até o Carnaval. Somos incansáveis para produzirmos o melhor desfile de todos os tempos”, conta Gabriel David, diretor de Marketing da Liesa.

Encerramento com chave-de-ouro

As disputas de sexta-feira começaram intensas, reunindo os finalistas que lutavam pela chance de defender na Avenida o enredo “KA RÍBA TÍ YE – Que nossos caminhos se abram. O Tuiuti canta histórias de luta, sabedoria e resistência negra”, do carnavalesco Paulo Barros. A comissão julgadora organizada pela Paraíso do Tuiuti não hesitou em apontar o vencedor: o da parceria formada por Cláudio Russo, Moacyr Luz, Júlio Alves, Alessandro Falcão e W. Correia Filho. A Escola do Morro do Tuiuti, em São Cristóvão, abrirá os desfiles de Segunda-Feira de Carnaval, 28/2.

Clique aqui e veja a letra do samba vencedor na Paraíso do Tuiuti

 

Em um Carnaval que a negritude marcará a sua presença na Marquês de Sapucaí, a Beija-Flor de Nilópolis escolheu a mensagem apresentada pelo carnavalesco Alexandre Louzada no enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor” – afirma o título. E para transformar esta mensagem em um hino que envolverá Nilópolis e boa parte da Baixada Fluminense, a comissão apontou o samba de J. Velloso, Léo do Piso, Beto Nega, Júlio Assis, Manolo e Diego Rosa. O anúncio da vitória arrancou gritos de euforia. Ao final da disputa, representantes dos três sambas se abraçaram. A Beija-Flor será a sexta e última Escola do desfile de Domingo, 27/8.

Clique aqui e veja a letra do samba vencedor na Beija-Flor de Nilópolis

 

A última agremiação a ocupar o estúdio da praça central foi a Unidos do Viradouro, de Niteroi, a grande vencedora do Grupo Especial – Carnaval 2020. Para representar na Passarela o enredo “Não há tristeza que possa suportar tanta Alegria”, dos carnavalescos Marcus Ferreira e Tarcísio Zanon, os jurados apontaram o samba dos compositores Felipe Filósofo, Fabio Borges, Ademir Ribeiro, Devid Gonçalves, Lucas Marques e Porkinho. Logo após o anúncio, a bateria de mestre Ciça fez a festa, mostrando que a Vermelho e Branco está se preparando com afinco para a campanha do bi. A Viradouro será a 5a Escola a se apresentar no Domingo de Carnaval, 27/2.

Clique aqui e veja a letra do samba vencedor na Unidos do Viradouro

(Foto: Leandro Ribeiro / Globo)

 

 

 

 

 

 

Paulo Costa