Tradição

Tradição NOTA DE AGRADECIMENTO

Em virtude de todos os acontecimentos em nosso desfile, a Presidente Raphaela Nascimento vem a público agradece a todos que puderam fazer parte desta nova etapa da Liga LIVRES RJ.

 

Finalizado o Carnaval de 2020, é hora de agradecermos todos os parceiros que, de algum modo, apesar das enormes dificuldades e percalços enfrentados, contribuíram para o sucesso do primeiro ano de administração dos desfiles do Grupo B, pela LIGA INDEPENDENTE VERDADEIRAS RAÍZES DO SAMBA – LIVRES.

Fizemos HISTÓRIA e fomos RESISTÊNCIA! Estamos fazendo um trabalho limpo e transparente, acompanhado, de perto pela mídia, pelas autoridades e por críticos do Carnaval. Assim, temos a certeza de que estamos contribuindo para a moralização do Carnaval Carioca, em especial, da Intendente Magalhães (a Passarela do Povão), há muito tempo, abandonado e submetido a um ganancioso monopólio que não respeita as agremiações e suas comunidades!

Nossos objetivos, desde a nossa fundação, foram atuar para o resgate do Carnaval, do samba e do interesse da população pelos desfiles da Intendente Magalhães. Jamais quisemos o monopólio da Avenida, que é de todos e pode ser usada por quantas Ligas vierem a existir; mas, tão somente, a garantia do direito constitucional das agremiações de se filiarem à Liga que quiserem e que se sintam representadas!

Nossa proposta, sempre, foi respeitar as agremiações, seus segmentos e suas comunidades, jamais brincando com os sonhos das pessoas e, sim, fazendo com que esses sonhos se tornem em realidade, na Avenida e na Apuração! Com certeza, mesmo diante de boicotes enfrentados, cumprimos essa proposta!

Nossas escolas desfilaram, foram julgadas, concordaram com o resultado dos julgamentos, POR SEREM JUSTOS e TRANSPARENTES, e, agora, aguardam as justificativas que já se encontram em fase de preparo para divulgação.

A campeã (o GRES Tradição) irá, sim, desfilar na Marquês de Sapucaí, na Série A, por ser seu direito; por existirem documentos assinados pelas autoridades que reconhecem o direito à ascensão; por ser a LIVRES uma entidade formalmente constituída e reconhecida pelo Poder Público como sendo uma das responsáveis pela administração dos desfiles do Grupo B; por inexistir, no ordenamento jurídico municipal, qualquer norma que vede essa ascensão; por se tratarem, os desfiles das escolas de samba, de um concurso de interesse público, com dinheiro público envolvido. Essa ascensão acontecerá, mesmo que para isso medidas judiciais venham a ser propostas para a garantia desse direito, da lei e da ordem! A verdade é que a LIVRES, hoje, é uma realidade e já estamos trabalhando para o Carnaval 2021, que venham outros Grupos, além do B!

É nessa certeza, de dever cumprido, que agradecemos todas as agremiações filiadas à LIVRES (ARES Vizinha Faladeira, GRES Tradição, GRES Arame de Ricardo, GRES Alegria da Zona Sul, GRES Unidos de Lucas e GRES Siri de Ramos), aos diretores e julgadores dos desfiles  Riotur, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Comlurb, Guarda Municipal do Rio de Janeiro, Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, à imprensa em geral, aos responsáveis pelas premiações do Grupo B, à população e comércio do bairro do Campinho, onde aconteceram os desfiles de 2020, aos diretores e componentes de cada agremiação, aos sambistas que deixaram suas casas e acompanharam até às 9h07 min da manhã de quarta-feira de cinzas os desfiles das nossas agremiações, aos ambulantes e àqueles que, apesar de não terem ido à Intendente Magalhães, acompanharam, pela televisão, rádio ou internet os espetáculos proporcionados por essas guerreiras agremiações, que, acima de qualquer coisa, merecem RESPEITO.

Em nome de toda a diretoria da LIVRES e certa de que nossos objetivos e propostas foram, fielmente, alcançados, eu, Raphaela Nascimento, Presidente da LIVRES, deixo o meu muito obrigado e ressalto que continuaremos contando com cada um de vocês para que o nosso Carnaval volte a ser PARA TODOS !