Porto da Pedra dá o pontapé inicial para o Carnaval de 2024

Spread the love

Fotos: Ana Victória

Porto da Pedra dá o pontapé inicial para 2024 com programação intensa em sua quadra

Evento contou com feijoada, shows de DJs e o cantor Peralta, presença da nova musa, Erika Schneider, participação das co-irmãs Portela e Império Serrano, e apresentação dos sambas concorrentes

A Unidos do Porto da Pedra, realizou na tarde deste sábado, 12, a primeira feijoada do ano, com a apresentação dos sambas concorrentes rumo ao Carnaval 2024. O evento teve inicio com o ritmo dos DJs Barra e Amarelo, em seguida, foi a vez do cantor Peralta sacudir o público com seus sucessos. A festa seguiu com a apresentação de todo o elenco do Tigre para o próximo carnaval. A porta-bandeira,  Denadir se emocionou, ao retornar a agremiação, depois de 12 anos.

“Foi maravilhoso! Estou muito feliz por estar de volta na Porto da Pedra após 12 anos! Estou de volta ao lugar onde fiz muitos amigos. Vamos construir um Carnaval gigante!”, contou.

Os passistas, mais vez, mostraram muito samba no pé, e a rainha de bateria Tati Minerato, marcou presença a frente da bateria Ritmo Feroz, comandada pelo Mestre Pablo.

Erika Schneider é a nova musa do Tigre

A modelo, empresária e influenciadora digital, Erika Schneider foi apresentada como a nova musa da agremiação. Erika foi convidada pela direção da escola para o posto por conta de sua beleza e, o fato de ter nascido no nordeste do Brasil, local onde é narrado o enredo “O Lunário Perpétuo: A Profética do Saber Popular”, livro que se tornou objeto precioso nos sertões do Nordeste.

” Eles viram que sou de Recife e começaram a me acompanhar nas redes sociais, onde mostro sempre a minha mãe que também é nordestina. A partir dessa ligação com a região recebi o convite”, contou.

Erika conta que ficou imensamente feliz quando recebeu a ligação da Porto da Pedra.

Estou muito feliz por ser um enredo que trata da região onde nasci. Fico muito feliz quando valorizam minha cultura, meus costumes e vejo a emoção da minha mãe em me ver  participar de um momento”, disse”.

A segunda parte do evento contou com as participações das co-irmãs Império Serrano e Portela, que embalaram a todos com seus sambas antológicos. Logo em seguida, as cinco parcerias fizeram as suas apresentações.

“Os cinco sambas que se apresentaram  entenderam o enredo, os cinco pegaram o espírito da história. Mas, eu ainda acho muito precoce uma análise mais profunda. Foi uma festa muito bonita, todos se apresentaram muito bem, e agora, iremos acompanhar a progressão das apresentações, para ver o samba que melhor irá se apresentar. Temos uma safra muito boa, e é melhor cinco sambas bons do que vários ruins”, analisou Mauro Quintaes, o aniversariante do dia, que recebeu uma festa surpresa.

Na próxima sexta-feira, 18, acontecerá a semifinal, na quadra da agremiação. O hino oficial do Tigre de São Gonçalo será conhecido na grande final que acontece no dia 26 de agosto.

No Carnaval de 2024, a Unidos do Porto da Pedra, levará para a Marquês de Sapucaí o enredo “O Lunário Perpétuo: A Profética do Saber Popular”, desenvolvido pelo carnavalesco Mauro Quintaes e pelo enredista Diego Araújo.

Porto da Pedra será a primeira escola a desfilar na Marquês de Sapucaí, no domingo de Carnaval, dia 11 de fevereiro.


Spread the love