Rei de bateria da Lins Imperial se solidariza com João do BBB 21

Rei de bateria da Lins Imperial se solidariza com João do BBB 21

Crédito da Foto: João Victor / Ferraz Estúdio

Estar à frente de uma bateria assim como o cabelo black é um ato de resistência

 As tretas do BBB 21 balançaram não só a estrutura do reality, mas o ato preconceituoso contra o participante João, professor de geografia, inspirou o rei de bateria da Lins Imperial, Johnathan Avelino, a pensar em formas de manifestações para mostrar o seu cabelo black. E vale ressaltar que o processo de transição capilar não foi um dos momentos mais fáceis. Para se sentir aceito pela sociedade ele passou por vários processos químicos no cabelo. Até que finalmente a partir de 2016 se sentiu seguro para assumir o seu tão sonhado black.

__Me identifiquei com o João por algumas questões, não só o cabelo, que é símbolo de resistência. O black conta a minha história, fala quem eu sou e o meu direito de poder assumi-lo. Coisas que há alguns anos atrás seria impossível. Somos negros, homossexuais e lutamos, cada um a seu modo contra o preconceito. Respeita a nossa cor e o nosso cabelo, ressalta o maquiador.

Com a missão de fazer história à frente da bateria Verdadeira Furiosa da Lins Imperial para o carnaval de 2021, Johnathan, deixou Goiânia, sua cidade Natal, para realizar o sonho de estrear como rei de bateria.  Em 2020, quando ele nem imaginava, o convite para estrelar um dos lugares mais cobiçados por mulheres espetaculares o pegou desprevenido. Amante do carnaval e sonhador nato, ele não poderia rejeitar essa oportunidade única.

__Imagine um homem estar à frente de uma bateria! Assim como o meu cabelo black é um ato de resistência, ser rei de bateria também. É quebrar paradigmas. É fazer um movimento hoje para que daqui a 30 anos isso seja natural e não motivo de preconceito. Amo sambar, amo o meu cabelo black. E quando reclamam do volume, aí que deixo mais volumoso, desabafa John.

Ainda sem saber qual o rumo que o carnaval vai tomar, mas consciente que sem vacinação para toda a população é impossível ter o espetáculo, o maquiador tem treinado diariamente para manter o corpo e a mente saudáveis. Já alguns anos acostumado com exercícios diários. John viu no treino a oportunidade de não adoecer.

 

 

Paulo Costa

%d blogueiros gostam disto: