ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1987 – As Mães

1987 – Neste carnaval ocorreu um fato bastante interessante não só a minha família seria aumentada com a chegada de mais um novo componente, mas também a do diretor de bateria Alexandre e de outros três componentes que infelizmente não me recordo os nomes. Durante os nossos ensaios técnicos aos domingos tínhamos as presenças daquelas barrigudas acompanhando a bateria juntamente com os diversos outros amigos e parentes. Mantinha a rotina do carnaval desde 1984, sempre levava meu filho Alexander juntamente com sua mãe e sua avó ao cair da tarde para o centro da cidade para passear. Víamos os diversos carros alegóricos na avenida, aproveitamos bastante o vai e vem na Avenida Rio Branco, assim como a banda que se apresentava naquele coreto na esquina da Rua São José e também na Cinelândia. Retornava com todos para a casa do Alexander na Ilha do Governador, após me dirigia para minha residência no jardim América e me preparava para os meus desfiles. Na Avenida Rio Branco e na Marques de Sapucaí um dos mais celebrados momentos de todo o carnaval, era aquele que antecedia a concentração e desfile. Aquela reunião na Rua de Santana esquina com Avenida Presidente Vargas bem ao lado do Edifício Balança Mais Não Cai, do grupo de amigos da Caprichosos ou de outra agremiações eram momentos de estrema felicidades e alegrias.

 Mangueira

Quase às 8 da manhã de segunda-feira, a Estação Primeira de Mangueira encerraria o primeiro dia de desfiles. A campeã de 1986 com a homenagem a Carlos Drummond de Andrade, com o enredo dividido em 12 quadros que representavam poemas de Drummond, como “A Procura”, “A Fazenda”, “Passeios na Ilha”, “Quixote e Sancho”, “Brincando de Brincar”, “O Elefante”, “Carnaval 1970”, entre outros. A sinopse foi aprovada pelo próprio poeta, que no entanto, não desfilou por estar com 85 anos. O samba, que havia sido criticado na fase pré-carnavalesca, cresceu muito no desfile em mais uma fortíssima interpretação de Jamelão e também pela atuação da bateria de Mestre Taranta, e os componentes cantaram a plenos pulmões.

Mocidade

A última apresentação do Carnaval-87 sob sol forte entravam em cena a metrópole indígena idealizada por Fernando Pinto e a Mocidade Independente de Padre Miguel. E realmente foi o ponto alto daquele ano. Não faltou nada na cidade dos sonhos do povo indígena: havia moeda, indústria, comércio e lazer. O Shopping Boitatá trazia todos os artigos para o consumo dos tupinicopolitanos. As Forças Armadas eram representadas pelo “Tatu Guerreiro” (Exército); o “Marreco Bélico” (Marinha) e o “Aero Gaviavião” (Aeronáutica). Do começo ao fim, Fernando Pinto brindou o público com uma surpresa atrás da outra. E claro, com as cores brasileiras predominando, sem que, entretanto, outros tons deixassem de ser usados em alegorias e fantasias. Havia também ironias como a de que 1 guarani valia mais do que 500 cruzados, a moeda do Brasil vigente à época. Bira, Jorjão e Léo comandaram a Bateria Nota 10, que foi mais uma vez impecável e Ney Vianna que conduziu muito bem o samba ao lado de David do Pandeiro.

Aconteceu no Carnaval

Ainda sobre a LIESA

A data oficial da fundação é 24 de julho de 1984, quando da primeira reunião oficial entre as dez dissidentes da Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro. Representantes de Acadêmicos do Salgueiro, Beija-Flor de Nilópolis, Caprichosos de Pilares, Estação Primeira de Mangueira, Imperatriz Leopoldinense, Império Serrano, Mocidade Independente de Padre Miguel, Portela, União da Ilha do Governador e Unidos de Vila Isabel não se conformavam com o estado de coisas no plenário, onde formavam a minoria.

Reinado de Mãe para Filha, A mãe de Evelyn Basto que desfila desde 4 anos,  também foi rainha de Bateria da Estação Primeira de mangueira nos anos 1987, 1988 e 1989.

Luma de Oliveira: Logo na estréia como rainha, em 1987, apareceu à frente da Caprichosos de Pilares com os seios nus.

Morreram

Em 06/12 /1986 Edgar Barbosa, o Edgar canela fina sambista.

Em 29/11/1986 Fernando Pinto, carnavalesco em acidente automobilístico.

1987 Construídas Cabines de julgamento entre as arquibancadas, substituindo a locação dos jurados nos camarotes de setores.

1987  –  Anízio Abraão David assume a Coordenação de Jurados, lançando o método, que com algum aprimoramento e utilizado até hoje. Cria o curso de Jurados na LIESA.

1987 – Anízio Abraão David assume a Gerência do Museu do Carnaval, promovendo as primeiras atividades daquele espaço.

 LIESA

24.04.1987

Presidente                                             Ailton Guimarães Jorge

Vice-Presidente                                   Paulo Roberto de Andrade Silva

Secretário                                                Acyr Pereira Alves

Tesoureiro                                                Antônio Mair Villa-Forte

 Desfile das Escolas de Samba

 O carnaval de 1987 teve o seguinte resultado: Grupo 1 (LIESA) Passarela do Samba – 01 e 02/03

 Estação Primeira de Mangueira com enredo “No Reino das Palavras, Carlos Drummond de Andrade” com 224,0 pontos Campeã, Mocidade Independente de Padre Miguel com enredo “Tupinicópolis” com 223,0 Vice-Campeã, Império Serrano com enredo “Com a Boca no Mundo, Quem não se Comunica se Trumbica” com 221,0 pontos, Portela com enredo “Adelaide a Pomba da Paz” com 221,0 pontos, Beija-Flor de Nilópolis com enredo “As Mágicas Luzes da Ribalta” com 219,0 pontos, Estácio de Sá com enredo “Tititi do Sapoti” com 219,0 pontos, Acadêmicos do Salgueiros com enredo E por Que Não” com 216,0 pontos, Unidos de Vila Isabel com enredo “Raízes” com 216,0 pontos, Imperatriz Leopoldinense com enredo “Estrela Dalva de Oliveira” com 203,0 pontos, São Clemente com enredo “Capitães do Asfalto” com 197,0 pontos, Unidos do Cabuçu com enredo “Roberto Carlos na Cidade da Fantasia” com 197,0 pontos, Caprichosos de Pilares com enredo “Ajoelhou tem Que Reza… ou Eu Prometo” com 196,0 pontos, União da Ilha do Governador com enredo “Extra! Extra!”com 190,0 pontos, Unidos da Ponta com enredo “G.R.E.S. Saudades” com 188,0 pontos, Unidos do Jacarezinho com enredo “Lupicínio Rodrigues, a dor de Cotovelo” com 170,0 pontos, Império da Tijuca com enredo “Viva o Povo Brasileiro” com 152,0 pontos.

 Foram rebaixadas para o Grupo 2 as escolas: Unidos do Jacarezinho e Império da Tijuca

 Grupo: 2 (AESCRJ) Passarela do Samba – 27/02

Unidos da Tijuca com enredo “As Três Faces da Moeda” com 203,0 pontos Campeã, Tradição com enredo “Sonhos de Natal” com 203,0 pontos Vice-Campeã, Unidos de Lucas com enredo “Olha que Coisa mais Linda, mas Cheia de Graça” com 192,0 pontos, Acadêmicos de Santa Cruz com enredo “Quem Espera só se Cansa” com 184,0 pontos, Arranco do Engenho de Dentro com enredo “Tradição de Uma Raça” com 182,0 pontos, Acadêmicos do Engenho da Rainha com enredo “E o Rio Amanheceu Cantando” com 182,0 pontos, Independente de Cordovil com enredo” Amado, Jorge, Amante” com 174,0 pontos, Lins Imperial com enredo “Tenda dos Milagres – Pedro Arcanjo, Ojuobá de Xangô” com 165,0 pontos, Em Cima da Hora com enredo “Kid Morangueira da Silva, o Embaixador dos Morros” com 160,0 pontos.·.

 Sobem para o Grupo 1 as Escolas: Unidos da Tijuca e Tradição.

 Foram rebaixadas para o Grupo 3 (AESCRJ) na Avenida Rio Branco as Escolas: Em Cima da Hora

 Comentário: 

Para seu comentário ao final do Post utilize o Campo Deixe uma Resposta

 Link para o Yotube:

https://www.youtube.com/results?search_query=mundo+do+carnaval

 Referencias: wikipédia, globo.com, liesa.com, pedromigao