ÚLTIMAS NOTÍCIAS

1995 – A Marcacão Solitária do Surdo

1995 – Mais uma pausa foi dada no crescimento do nosso bloco familiar não houve nenhuma inclusão, porém com relação à família na avenida continuávamos mantendo a nossa tradição. O meu irmão Edson com toda alegria do mundo uma vez que ele é torcedor inveterado da Portela, desfilou como Diretor de Harmonia, eu continuava como ritmista nas escolas Estácio de Sá e Acadêmicos do Salgueiro. Voltando aos acontecimentos dos desfiles, a escola de samba Canários das Laranjeiras como devem lembrar foi criada em Setembro de 1949 pelo meu pai Antônio, meu tios Eurico e Caboclo. Protagonizou umas das mais emocionantes cenas da história do carnaval carioca. Durante a sua preparação para o desfile do Grupo de Acesso A, onde seria a quinta a desfilar e com tudo pronto para seu desfile, à escola se deparou com um dos maiores dramas do carnaval, em função de problemas internos as roupas dos ritmistas não foram liberadas e a escola estava preste a entrar na Avenida Marques de Sapucaí ao som apenas de seus intérpretes. Completamente atônitos e desesperados com a situação a Direção passou a buscar a maneira mais eficaz para solucionar toda aquela questão extremamente difícil, entretanto a solução acabou se apresentando de uma coirmã. A salvação ocorreu graças a um dos ritmistas do Arrastão de Cascadura, Osias Alexandre que estava pronto para defender a sexta escola que passaria pela Marquês, quando sendo solicitado a colaborar com a agremiação de Laranjeiras, desfilou com apenas um surdo de marcação, um cavaco e seus intérpretes. Outro acontecimento ocorreu, erámos desfilantes do Acadêmicos do Salgueiro que seria a quarta escola a desfilar no domingo dia 26/02/1995 por volta das 10:00 horas saímos eu e o Valdo para pegar nossa fantasias, a Deca esposa do Valdo prevendo nosso retorno, providenciou o almoço e se dirigiu para a casa de sua irmã. Porém ocorreu um monumental atraso na entrega de fantasias ficamos literalmente todo este dia na quadra da escola aguardando. Como resultado acabamos almoçando em um bar próximo a quadra e lembramos que o almoço preparado com todo carinho pela Deca estava fora da geladeira e sob o fogão. Quando finalmente as fantasias foram entregues a primeira escola São Clemente já se encontrava na concentração.

 Imperatriz Leopoldinense

A campeã Imperatriz Leopoldinense, embalada por um grande samba e uma bateria bastante segura, entrou com tudo na avenida em busca do bicampeonato. E fez um desfile digno de brigar pelas primeiras posições, de fato. O enredo “Mais Vale um Jegue que Me Carregue, que Um Camelo que me Derrube lá no Ceará” da professora e carnavalesca Rosa Magalhães, fala de uma expedição onde seriam importados camelos da Argélia, já que o clima do Sertão seria semelhante ao do deserto. Mas aí o poeta Gonçalves Dias, que fazia parte da expedição, percebeu que o camelo não era o melhor animal para transportá-lo e, depois que um deles pereceu, completou a viagem de jegue.

 Aconteceu no Carnaval

Em 09/06/1994 Assinado o tombamento da Passarela do Samba, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

1995 – A LIESA cria o Ranking Geral desde 1985, a colocação e a pontuação das 29 escolas de Samba que participaram dos desfiles organizados pela Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro.

 O Raio X dos 21 desfiles organizados pela LIESA

Fundada em 23 de julho de 1984, A LIESA organiza os desfiles do Grupo Especial desde o Carnaval de 1985.

Nesses 21 carnavais, 29 Escolas de Samba tiveram o privilégio de participar do Maior e Melhor Espetáculo da Terra.

Dessas 29 Escolas de Samba apenas seis atuaram em todos os desfiles da Era Sambódromo. São elas: Beija-Flor de Nilópolis, Imperatriz Leopoldinense, Mocidade Independente de Padre Miguel, Estação Primeira de Mangueira, Acadêmicos do Salgueiro e Portela.

Dos desfiles administrados pela Liga Independente, a maior vencedora é a Imperatriz Leopoldinense, com seis títulos. Em seguida, vêm a Beija-Flor, a Mocidade e a Mangueira, com quatro campeonatos cada uma; e o Salgueiro com um.

Outras três agremiações também foram campeãs na Era LIESA: Vila Isabel, Viradouro e Estácio de Sá  esta última encontra-se no Grupo de Acesso, atualmente.

O Ranking LIESA computa os resultados dos últimos cinco carnavais. Porém, se reunisse as pontuações obtidas nos desfiles desde 1985, poucas alterações aconteceriam. A Beija-Flor continuaria apresentando a melhor performance, colocando 36 pontos de vantagem sobre a segunda colocada, a Imperatriz Leopoldinense. Mangueira, Mocidade e Salgueiro também se revezariam nas primeiras posições.

Das seis agremiações presentes em todos os desfiles organizados pela LIESA, apenas uma não conseguiu ser campeã: a Portela. Mesmo assim, a Águia continua sendo a maior vencedora da história do carnaval carioca, com 21 títulos.

O último título portelense aconteceu em 1984. Foi no desfile de inauguração do Sambódromo. Naquele ano, pela primeira vez, o espetáculo foi dividido em dois dias. A Portela foi proclamada vencedora do desfile de domingo e a Mangueira ganhou o de segunda-feira. Houve, então, um desfile tira-teima no Sábado das Campeãs, reunindo as três primeiras colocadas de domingo, as três primeiras de segunda-feira, a campeã e a vice-campeã do Grupo de Acesso. A Mangueira venceu e foi declarada supercampeã de 1984 – computando dois títulos (o de Segunda-Feira e o de Sábado das Campeãs) em sua galeria e a Portela um (o de Domingo).”

1995 – O Grupo Especial se apresentou com 18 escolas e duas foram rebaixadas.

1995 – O Grupo A se apresentou com 19 escolas e nove escolas foram rebaixadas.

1995 – Após um descontentamento geral com o resultado de 1994. As Escolas, lideradas por Therezinha Monte, presidente da Unidos do Cabuçu, criaram a Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo de Acesso (LIESGA), que passou a administrar os Grupos 1 e 2, deixando os outros grupos para a AESCRJ.

1995 – O grande evento do carnaval era à volta à Portela de pessoas ilustres, sambistas da velha guarda que voltaram com grande empolgação. A escola ficou a apenas 0,5 ponto da bicampeã Imperatriz, apesar da revolta do público no desfile das campeãs.

Morreram: Não houve falecimento neste período.

Desfile das Escolas de Samba

 O carnaval de 1995 teve o seguinte resultado: Grupo Especial (LIESA) Passarela do Samba – 26 e 27/02

Imperatriz Leopoldinense com enredo “Mais Vale um Jegue que Me Carregue, que Um Camelo que me Derrube lá no Ceará” com 300,0 pontos Campeã, Portela com enredo “Gosto que Me Enrosco” com 299,5 pontos Vice-Campeã, Beija-Flor de Nilópolis com enredo “Bidu Sayão e o Canto de Cristal” com 299,0 pontos em Terceiro, Mocidade Independente de Padre Miguel com enredo “Padre Miguel, Olhai por Nós” com 299,0 pontos, Acadêmicos do Salgueiro com enredo “O Caso do por Acaso” com 298,5 pontos, Estação Primeira de Mangueira com enredo “A Esmeralda do Atlântico” com 297,0 pontos, Estácio de Sá com enredo “Uma Vez Flamengo…” com 296,5 pontos, Unidos do Viradouro com enredo “O Rei e os Três Espantos de Debret” com 294,5 pontos, Unidos de Vila Isabel com enredo “Cara ou Coroa, as Duas Faces da Moeda” com 294,0 pontos, Caprichosos de Pilares com enredo “Da Terra Brotei, Negro sou e Ouro Virei” com 289,5 pontos, União da Ilha do Governador com enredo “Todo Dia é Dia de Índio” com 288,5 pontos, Unidos da Tijuca com enredo “Os Nove Bravos do Guarani” com 286,0 pontos, Tradição com enredo “Gira Roda, Roda Gira” com 284,0 pontos, Unidos da Ponte com enredo “Paraná, esse Estado leva a Sério o Meu Brasil” com 284,0 pontos, Império Serrano com enredo “O Tempo Não Para” com 275,0 pontos, Acadêmicos do Grande Rio com enredo “Estória para Ninar um Povo Patriota” com 268,0 pontos, São Clemente com enredo “O Que é que Não é, Mas Será” com 261,0 pontos, Unidos da Villa Rica com enredo “Deu Pano pra Manga” com 255,0 pontos.

 Foram rebaixadas para o Grupo A as escolas: São Clemente, Unidos da Villa Rica.

 Grupo: A (AESCRJ) Passarela do Samba – 25 e 26/02

 Unidos do Porto da Pedra com enredo “Campo Cidade em Busca da Felicidade” com 298,5 pontos Campeã, Império da Tijuca com enredo “No Sassarico da Colombo” com 294,5 pontos Vice-Campeã, Arrastão de Cascadura com enredo “Frevança” com 294,0 pontos, Acadêmicos da Rocinha com enredo “Sem Medo de Ser Feliz” com 293,5 pontos, Acadêmicos de Santa Cruz com enredo “Deuses e Costumes na Terra de Santa Cruz” com 293, o pontos, Vizinha Faladeira com enredo “O Relicário do Samba” com 290,0 pontos, Acadêmicos do Cubango com enredo “Da Aldeia de São Lourenço a Niterói, a Cidade Sorriso” com 288,0 pontos, Unidos do Cabuçu com enredo “Um Abraço á Cinelândia, 60 anos de Teatro Rival com 288,0 pontos, Acadêmicos do Engenho da Rainha com enredo “Yolhesman Crisbeles, a República de Ipanema é Um Desbunde” com 287,0 pontos, Em Cima da Hora com enredo “No Reflexo do Espelho, a Arte de Dançar (Homenagem a Carlinho de Jesus)” com 277,5 pontos, Unidos do Jacarezinho com enredo “E o Jacarezinho Descobriu a Atlântida, a Tela Perdida” com 277,0 pontos, Difícil é o Nome com enredo “A Grande Estrela, o Sol” com 276,0 pontos, Leão de Nova Iguaçu com enredo “Arautos do Brasil Mulato” com 270,0 pontos, Unidos de Lucas com enredo “Os Quindins de Iaiá” com 270,0 pontos, Lins Imperial com enredo “Estrela Imperial em Verde e Rosa” com 266,0 pontos, Arranco do Engenho de Dentro com enredo “Ria.. Se Puder” com 262,0 pontos, Independente de Cordovil com enredo “Retratos e Canções” com 249,5 pontos, Mocidade Unida da Cidade de Deus com enredo “Domingo é Dia de Quinta” com 246,5 pontos, Canários das Laranjeiras com enredo “Seu Condutor, Din din seu Condutor” com 231,0 pontos.

 Sobem para o Grupo Especial as Escolas: Unidos do Porto da Pedra, Império da Tijuca.

.Foram rebaixadas para o Grupo 3 (AESCRJ):  Unidos do Jacarezinho, Dificil é o Nome, Leão de Nova Iguaçu, Unidos de Lucas, Lins Imperial, Arranco do Engenho de Dentro, Independentes de Cordovil, Mocidade Unida da Cidade de Deus, Canários das Laranjeiras.

 Comentário: 

 Para seu comentário ao final do Post utilize o Campo Deixe uma Resposta

 Link para o Yotube:

 https://www.youtube.com/results?search_query=mundo+do+carnaval

 Referencias: wikipédia, liesanet, ourodetolo, apoteosecom, www1folhauol, canaldoensino,

Comments (2)

  1. foi um sonho realizado ter desfilado pela minha escola de coração