ÚLTIMAS NOTÍCIAS

2007 – O Carnaval de Nossa Raça e Tradições!

2007 – O meu irmão Edson estava no seu quarto ano como Diretor de gravação da Associação das Escolas de Sambas do Rio de Janeiro e segundo ano como Diretor de Carnaval do Acadêmico de Vigário Geral, eu desfilei somente no Acadêmico do Salgueiro e Estácio de Sá os demais membros foliões de minha família optaram por não serem desfilante neste carnaval, e pelo visto a nova geração não demostravam grandes interesses na participação efetiva nos desfiles.

Beija-Flor de Nilópolis

2007 – Com o enredo “Áfricas – Do Berço Real à corte Brasiliana” a Beija-Flor exaltou os traços das muitas Áfricas espalhadas pelo mundo, inspirada na tradição yorubá na abertura de seu desfile na avenida. O abre-alas apresentou a figura de Olorum,  rei do infinito criador do mundo. Segundo a lenda africana, Oduduá e Obatalá começaram a transformação da terra criada, por isto marrom foi á cor predominante do carro, que simbolizava o surgimento do homem a partir do barro.

O enredo também exaltou os traços africanos do Brasil e os aspectos naturais do continente. Seus animais e sua vegetação, o primeiro setor da escola. A África “Baiana” também teve seu espaço e homenageou os terreiros de candomblé. O enorme beija-flor de dez metros de comprimentos sobre o carro abre-alas anunciou um desfile cheio de fantasias luxuosas, com muitas plumas, e carros com detalhes rebuscados.

A bateria veio fantasiada em alusão ao soberano do reino africano de Daomé. Fato raro na Avenida neste ano, a rainha era da própria comunidade, Raíssa de Oliveira de 16 anos e há cinco na escola. Outro destaque num carro alegórico foi Claudia, filha da lendária Pinah Ayoub. No encerramento do desfile a Beija-Flor fez uma referência ao Rio de Janeiro, principalmente aos bairros da Gamboa e Saúde, que já receberam a denominação de “pequena África”.

Acadêmicos do Grande Rio

2007 – Com o enredo “Caxias, dos Caminhos de passagem ao Caminho do Progresso, um Retrato do Brasil” homenageando Duque de Caxias, a cidade onde é sediada, a Acadêmicos do Grande Rio reverenciou ícones locais do esportes, da música e da política. Alguns deles foram Zeca Pagodinho, que desfilou em carro alegórico, e o deputado Tenório Cavalcanti, o controverso “Homem da Capa Preta” revivido pelo ator José Wilker na avenida, como já havia feito em filme no ano de 1986.

A Grande Rio levou para a avenida o maior número de celebridades. A que mais recebeu atenção foi a rainha de bateria Grazi Massafera. Desfilaram ainda na escola as atrizes Betty Lago, Fernanda Lima e Nivea Stelmann, a apresentadora Ana Maria Braga e os atores Raul Gazolla e Marcos Paulo.

Unidos do Viradouro

Umas das grandes favoritas a conquista do carnaval, a Unidos do Viradouro do carnavalesco Paulo Barros, com o enredo a “A Viradouro Vira o Jogo” apresentou dois dos mais belos e emocionantes momentos na Marques de Sapucaí. A bateria comandada pelo mestre Ciça desfilou em cima de um carro alegórico, mostrando em um primeiro momento de emoção a subida de todos os ritmistas no referido carro  e o segundo grande momento foi a saída e a entrada no segundo box com a transferência de uma ala fake da bateria para o mesmo carro.

Aconteceu no Carnaval

2007 – Depois de muitos anos de espera, finalmente as escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro ganharam um espaço definitivo para a confecção de alegorias e fantasias: localizada no bairro da Gamboa, Zona Portuária, a Cidade do Samba finalmente foi inaugurada em setembro de 2005.

2007 – Outra novidade, duas escolas seriam rebaixadas em vez de uma, mas apenas a campeã do Acesso continuaria subindo para o Grupo Especial. O objetivo era reduzir a elite do Carnaval para apenas doze agremiações em 2008 e permanecer com esse número.

2007– O carnavalesco Chico Spinoza passou a integrar a equipe de comentaristas da TV Globo. Ele ficou bastante impressionado com o trabalho de Renato Lage e Márcia Lávia no desfile do Salgueiro, que também emocionou o grande salgueirense Haroldo Costa.

2007 – Após a polêmica criada por Benvindo Siqueira no julgamento de 2006, as escolas passaram a se preocupar em destacar as sílabas tônicas nas letras dos sambas. A Mangueira, por exemplo, trocou a entonação de dois versos entre a gravação das eliminatórias e a oficial: “Faz no Palácio do Samba”, que tinha uma entonação “Palácio do Samba” teve mudanças para não haver riscos de despontuação. Da mesma forma, o verso “Caidás de Mangueira” teve a sílaba tônica destacada “Caídas de Mangueira”. Ficou estranho, mas na apuração a escola levou quatro dez.

2007 – Antes dos desfiles, quem estava cotada como favoritíssima ao título era a Viradouro, graças à chegada de Paulo Barros. Além disso, o refrão principal “Sou Viradouro e vou cantar / Com muito orgulho, com muito amor / Esse jogo vai virar / E eu quero ser o vencedor”, era muito popular desde a fase pré-carnavalesca a ponto de as torcidas de Vasco e Botafogo terem cantado os versos no Maracanã, trocando o nome da escola pelos dos times.

2007 – Depois de um longo tempo de inatividade, o grande intérprete Sobrinho chegou a ser anunciado pela União da Ilha para defender o samba “Ripa na tulipa, Ilha”, sobre a cerveja. Mas o cantor, que já tinha problemas de saúde, não se adaptou ao samba e acabou não participando da gravação e do desfile.

2007 – A Unidos da Tijuca mostrou força e ficou na quarta colocação à frente da badalada Viradouro de Paulo Barros. Mesmo elogiando Barros, o presidente Fernando Horta disse depois da apuração que a escola “não depende de carnavalesco”.

2007 – Depois de 21 carnavais, mudou a gravadora responsável pela produção e venda do disco de sambas-enredo: saiu a BMG e entrou a Universal.

O carnaval de 2007 teve o seguinte resultado: Grupo Especial (LIESA) Passarela do Samba – 18 e 19/02

Beija-Flor de Nilópolis com enredo “Áfricas – Do Berço Real à corte Brasiliana” com 399,3 pontos Campeã, Acadêmicos do Grande Rio com enredo “Caxias, dos Caminhos de passagem ao Caminho do Progresso, um Retrato do Brasil” com 397,9 pontos Vice-Campeã, Estação Primeira de Mangueira com enredo “Minha Língua é minha Pátria, Mangueira, meu Grande amor. Meu samba vai ao Lácio e colhe uma Flor” com 397,4 pontos em Terceiro, Unidos da Tijuca com enredo “De Lambida em lambida, a Tijuca dá um Click na Avenida” com 397,3 pontos, Unidos do Viradouro com enredo “ A Viradouro Vira o Jogo” com 397,3 pontos, Unidos de Vila Isabel com enredo “Metamorfoses: Do Reino natural à Corte popular do Carnaval – As transformações da Vida” com 396,6 pontos, Acadêmicos do Salgueiro com o enredo “Candaces” com 396,4 pontos, Portela com enredo “Os Deuses do Olimpo na terra do Carnaval: Uma Festa dos Esportes, da Saúde e da Beleza” com 394,8 pontos, Imperatriz Leopoldinense com enredo “Teresinhaaa, Uhuhuuu!!! Vocês querem Bacalhau?” com 392,9 pontos, Unidos do Porto da Pedra com enredo “Preto e Branco a Cores” com 391,2 pontos, Mocidade Independente de Padre Miguel com enredo “O Futuro no Pretérito – Uma História Feita a Mão” com 391,1 pontos, Império Serrano com enredo “Ser Diferente é Normal: O Império Serrano faz a Diferença no Carnaval” com 389,6 pontos, Estácio de Sá com enredo “O Ti-ti-ti do Sapoti” com 386,5 pontos.

Foram rebaixadas para o Grupo de Acesso A (AESCRJ) as Escolas:  Império Serrano, Estácio de Sá

Grupo: de Acesso A (AESCRJ) Passarela do Samba – 17/02

São Clemente com enredo “Barrados no Baile” com 239,7 pontos Campeã, Caprichosos de Pilares com enredo “Com Todo o Gás, a Caprichosos Acende a Chama do Carnaval” com 239,4 pontos Vice-Campeã, Acadêmicos de Santa Cruz com enredo “O Tempo que o Tempo Tem” com 239,1 pontos, União da Ilha do Governador com enredo “Ripa na Tulipa Ilha!” com 238,8 pontos, Império da Tijuca com enredo “O Intrépido Santo Guerreiro” com 238,8 pontos, Renascer de Jacarepaguá com enredo “Jacarepaguá, Fábrica de Sonhos” com 237,4 pontos, Acadêmicos do Cubango com enredo “De Fio a Fio na Real. Pra Lá, Pra Li, Paracambi” com 237,1 pontos, Acadêmicos da Rocinha com enredo “Gigante Mundo Pequeno” com 237,0 pontos, Tradição com enredo “Passarinho, Passarola Quero Ver Voar” com 236,5 pontos, Arranco do Engenho de Dentro com enredo “Sinfonia Brasileira das Quatros Estações” com 234,5 pontos. 

Sobem para o Grupo Especial as Escolas: São Clemente

Foram rebaixadas para o Grupo 3 (AESCRJ): Tradição e Arranco do Engenho de Dentro.

Comentário: 

Para seu comentário ao final do Post utilize o Campo Deixe uma Resposta

Link para o Yotube:

https://www.youtube.com/results?search_query=mundo+do+carnaval

Referencias: wikipédia, g1.globo, ourodetolo,

Comments (6)

  1. Acompanho este blog porque tem fatos interessantes que eu desconhecia.

  2. Nossa arrasou parabéns