ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acadêmicos da Rocinha anuncia sua nova 1ª Porta-bandeira

A Acadêmicos da Rocinha anuncia mudanças nos casais de Mestre-sala e

Porta-bandeira. Com a saída de Viviane Oliveira, Suelene Neves assumi o

posto de 1ª Porta-bandeira da escola, ao lado do Mestre-sala Vinícius

Jesus.

Dançando como Porta-bandeira desde os 11 anos de idade, a gaúcha iniciou

a carreira em Porto Alegre, sua cidade natal, tendo passagens por

agremiações tradicionais do local como: Academia de Samba Praiana, SBC

Bambas da Orgia, Acadêmicos de Gravataí e Imperatriz Dona Leopoldina,

tendo também em seu currículo passagens em escolas de outras cidades do

Rio Grande do Sul e também internacionalmente como na Escuela de Samba

Barrio Rampla, no Uruguai.

Além de sua experiência dançado, Suelene atuou como instrutora no núcleo

Gaúcho Padedê do Samba, instituição essa fundada pelo grande Mestre

Manoel Dionísio.

Há 5 anos morando na cidade maravilhosa, antes de erguer o pavilhão da

Borboleta Encantada, a sulista passou pela avenida no último carnaval

como 2ª Porta-bandeira do Unidos do Jacarezinho. Estreando como primeira

Porta-bandeira no carnaval carioca, Suelene fala da importância de estar

na Acadêmicos da Rocinha:

“Representar o pavilhão da maior favela do Brasil, tem um valor

imensurável! A Rocinha é uma escola de potência e eu me sinto grandiosa

em conduzir esta bandeira tão amada pela comunidade. Hoje meu coração é

azul verde e branco! Agradeço a todos da escola pela oportunidade

incrível que estou tendo!”

Mesmo com todas as dificuldades em meio a pandemia, o Mestre-sala

Vinícius Jesus fala como está sendo os ensaios com sua nova parceira de

trabalho e o início de mais uma trajetória na escola:

“Já começamos nossos ensaios, estamos ensaiando 2 vezes na semana,

tomando todos os cuidados com a pandemia, pois temos que nos readaptar

diante do cenário que estamos vivendo, sempre procurando a melhor forma

de nos prevenir. O caminho de todo sucesso nos leva a mudanças, caminhos

de transformações, e hoje ter essa oportunidade de começar uma nova

jornada na própria Borboleta Encantada, é de muito privilégio! Não tenho

ansiedade, estou me habituando as novas mudanças, só na Rocinha já tive

4 Portas-bandeiras, comecei com a Taciana Couto e agora me despeço da

Vivi com quem tive uma linda trajetória, um incrível trabalho com

resultados importantes. Serei eternamente grato a ela e toda família

Oliveira!”

Com a subida de Suelene no posto de primeira Porta-bandeira, quem assume

o segundo pavilhão da escola é Poliana Vieira, ao lado do Mestre-sala

Rhodolpho Faria.