APASB: ASSOCIAÇÃO DOS PASSISTAS VIRA REALIDADE APÓS ANOS ENGAVETADO, EXPLICA NILCE FRAN

Por: Cristiano Costa Amendoim – foto: PH Registros

Em exclusiva ao site e Revista Feras, Nilce Fran, diretora de harmonia e passista da Portela, esclarece a fundação de um projeto engavetado de anos atrás, até o ato da realização.

Nilce:

– Obrigado ao Site e Revista Feras por estar sempre ligados e enaltecendo nós artistas. Sabemos que nos anos noventa, o seguimento passista passava por um momento muito crítico, até que Duh Costa, me chamou e me indagou sobre essa ideia sobre os passista, tal como precisamos unir, agregar, difundir o seguimento, assim que ele me convidou, logo me passou pela cabeça Aldione, que tem uma super história no samba, jamais poderia ficar de fora de uma construção como esta, logo busquei trazer  Bruno Teté, que é sambista de fato e já coordenou algumas alas de passistas, trouxe também, algumas parcerias que usaram de seu poder burocrático para nos ajudar e iniciar no dia 01 de janeiro a fundação deste projeto. Logo sugeri o nome do Ciro do Agogô pra ser um grande nome do nosso segmento. Estamos em breve teremos lives com uma das passistas que acabou de assumir uma secretaria na prefeitura do Rio, Rafaela Bastos, como secretária da fundação João Gourlart, iremos trazer além de muitas palestras e workshop, declarou Nilce Fran.

Saiba mais sobre o objetivo do projeto:
COM O OBJETIVO DE preservar, difundir e fortalecer a arte da dança do Passista do samba (em suas Representações tradicionais e/ou modernas);
Defender os direitos dos passistas enquanto artistas que representam um valor simbólico cultural do Brasil, e lutar pelo respeito e valorização desta Arte;
Ser elo de unidade em todo o Brasil e no exterior, dos Passistas,
Nesta data, 1 de janeiro de 2021, Nilce Fran, Aldione Senna, Bruno Tete e Dhu Costa.

FUNDARAM E lançaram a Associação dos Passistas do Brasil “Ciro do Agogô”,
entidade sem fins lucrativos (Pessoa Jurídica) para organizar as demandas desta classe artística de sambistas.
Foi feito um vídeo Comemorativo a Fundação da Associação, que conta com 42 passistas de todos os tipos,
pela democracia da dança do Samba no Pé.

Toda a documentação, Estatuto, Atas e CNPJ estão tramitando desde dezembro no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas.
A data simbólica, escolhida para  fundação, é 1 de janeiro de 2021. O Ano da Reconstrução.

Título III – DAS FINALIDADES
Art. 1º – São objetivos da Associação dos Passistas de Samba do Brasil – APASB:
Preservar, difundir e fortalecer a arte da dança do Passista do samba (em suas Representações tradicionais e/ou modernas);
Ser a representante dos Passistas (filiados ou não a uma Escola de Samba), junto a outras Associações, Ligas, Governo e Entidades de Classe;
Defender os direitos dos passistas enquanto artistas que representam um valor simbólico cultural do Brasil, e lutar pelo respeito e valorização desta Arte;
Promover o contínuo aperfeiçoamento do desempenho da dança do Samba, oferecendo aos Associados a atualização de informações, através de Aulas Práticas e Teóricas, para que o movimento da Dança do Samba esteja sempre em evidência pulsante;
Ser elo de unidade em todo o Brasil e no exterior, dos Passistas.

A Associação dos Passistas de Samba do Brasil – Ciro do Agogô, fundada aos 7 dias do mês de setembro do ano de 2020, com sede na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, Estado Rio de Janeiro, sito à Rua Cataguazes 373, Oswaldo Cruz, CEP: 21340 -250, é uma Associação sem fins lucrativos ou econômicos, cujo prazo de duração é indeterminado.

Parágrafo Único – Fazem parte do Colegiado Fundador, os seguintes Membros abaixo relacionados: Aldione Senna (Aldione da Conceição Sena), Bruno Tete (Bruno Machado Teté), Dhu Costa (Eduardo da Costa), Nilce Fran (Nilce Francisca da Silva Chaves).

Qualquer dúvida entre em contato com o Email da associação:
associacaopassistasbrasileiros@gmail.com

E siga nossas redes sociais
Instagram: https://www.instagram.com/p/CJgcW7cHbka/?igshid=1nlcriz4zj0rf

Facebook: https://www.facebook.com/apasb.passistas

 

 

 

Paulo Costa