ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Agora a Festa e Paga 1961

1961 – O Governo do Estado da Guanabara, através da Lei nº 4.221 de 12/04/1960 cria a Riotur S/A empresa responsável pelo Turismo no Estado do Rio de Janeiro que inclui a gestão do nosso Carnaval.

 A maior novidade para os amantes desta festa seria a cobrança de ingressos ao publico para assistir o desfile nas arquibancadas de madeira montadas desde 1952 na Av. Presidente Vargas. O local escolhido para a venda destes ingressos tenho uma vaga lembrança, que foi no Pavilhão de São Cristóvão.

pavilhao-de-sao-cristovao

Eu nunca entendi qual era a magia daqueles momentos, nós ficávamos em uma grande fila que a cada instante ficava ainda maior, uma verdadeira operação começava. Gente que iria para o trabalho depois de passar toda a noite guardando um lugar que garantisse a aquisição do ingresso e gente que chegava para ficar, montando assim um grande revezamento.

Este procedimento também permitiu a maior e melhor forma de famílias inteiras iniciarem um grande elo de amizade, basta lembrar que naquela época não tínhamos os celulares, então havia muita, mas muita conversa. Os atritos que surgiam eram rapidamente contornados, éramos na verdade uma grande família.

Assim como os nossos, havia outros familiares em casa aguardando o final daquela batalha de resistência, pois levávamos mais de 24 horas aguardando com objetivo único e exclusivo de comprarmos o maior número de ingressos possíveis, pois sempre havia uma turminha em casa que também contavam com aquisição dos ingressos, para no grande dia estarmos sentados na arquibancada de madeira na Av. Presidente Vargas.

Ao final de todo aquele processo apesar de estarmos todos muitos cansados, novamente percebia-se a alegria em cada rosto por ter finalmente conseguido comprar os seus ingressos. E ali em nossas despedidas marcávamos um novo encontro para o dia do desfile, onde com toda certeza uma grande festa iria acontecer.

Domingo 12 de fevereiro de 1961, é o grande dia uma imensa legião que aguardava desde cedo com suas bolsas, mochilas e tudo que permitia transportar água ou alimento, estava com certeza ali presente. Aguardando a abertura dos portões para finalmente nos acomodarmos nas arquibancadas e assistirmos o nosso desfile.

As amizades que fizemos na fila para compra do ingresso uniram a todos novamente em uma nova maratona, mais era a maratona da alegria e felicidade. Com o passar do tempo era montado uma verdadeira praça de alimentação nas arquibancadas, havia de tudo para se comer, eu acho que os alimentos campeões eram, sanduíche, frango e empadão, a bebida campeã era o cafezinho, todo mundo tinha este pretinho na garrafa térmica.

 

Tivemos o desfile do Supercampeonato na Avenida Rio Branco, com as escolas: Estação Primeira de Mangueira, com enredo “Reminiscências do Rio Antigo” com 102,5 pontos como campeã. Acadêmicos do Salgueiro com enredo “Vida e obra do Aleijadinho” com 98,5 pontos como Vice-Campeã. Portela com o enredo “Joias das lendas Brasileiras” com 95,5 pontos em terceiro lugar. Império Serrano com o enredo “Movimentos revolucionários e Independência do Brasil Inconfidência Mineira” com 87,0 pontos. Unidos da Capela com o enredo “Centenário de Rui Barbosa” com 70,5 pontos. Aprendizes de Lucas com enredo “Nos tempos de Aleijadinho” com 55,0 pontos. Mocidade Independente de Padre Miguel com o enredo “Carnaval Carioca” com 53,5 pontos. União de Jacarepaguá com o enredo “Dom João VI no Brasil” com 53,0 pontos. Caprichosos de Pilares com o enredo “Coroação de Dom Pedro II” com 53,0 pontos. Unidos de Padre Miguel com o enredo “Exaltação aos Ex-Combatentes” com 49,5 pontos e Acadêmicos de Bento Ribeiro com o enredo “Apoteose aos grandes vultos da Marinha” com 42,0 pontos.

Foram rebaixadas as escolas: Caprichosos de Pilares, Unidos de Padre Miguel e Acadêmicos de Bento Ribeiro.

O desfile Intermediário realizado nesta mesma data na Avenida Presidente Vargas teve as escolas: Unidos do Cabuçu com o enredo “Relíquias do Rio Antigo” com 92,0 pontos como Campeã. Tupy de Brás de Pina com o enredo “Seca no Nordeste” com 83,5 pontos Vice-Campeã. Tivemos ainda: Unidos de Bangu, Unidos de Vila Isabel, Filhos do Deserto, União do Centenário, Unidos da Tijuca, Beija-Flor de Nilópolis, Flor do Lins, Império da Tijuca, Império do Marangá, Unidos da Vila São Luís, Aprendizes da Boca do Mato, Paraiso do Tuiuti, União de Vaz Lobo, Unidos de Nilópolis e Cartolinha de Caxias.

Foram rebaixadas as escolas: Aprendizes da Boca do Mato, Paraiso do Tuiuti, União de Vaz Lobo, Unidos de Nilópolis e Cartolinha de Caxias. Esta última foi rebaixa por não ter se apresentado no desfile.

Aconteceu no Carnaval

1961 – Nasce a escola de samba São Clemente, criada a partir do time de futebol e foi fundada no dia 25 de outubro de 1961 na zona sul do Rio, em Botafogo. Sendo seus fundadores Ivo da Rocha Gomes, João Marinho e Aílton Teixeira.

1961 – Mangueira, Portela e Império Serrano, passaram a cobrar ingressos nos ensaios.

1961 – Foi estabelecido pelo diretor do Departamento de Turismo, Victor Bouças o “Júri-Móvel”, uma carreta que acomodava a Comissão Julgadora circularia enquanto a Escola se apresentava. A “arapuca” não funcionou e os jurados permaneceram fixo. Ainda nesse mesmo ano, o Sr. Victor Bouças sugeriu que o desfile das Escolas de Samba fosse transferido para o estádio do Maracanã, pois Avenida Rio Branco não comportava o crescimento das agremiações.

1961 – A Acadêmico do Salgueiro, foi a primeira a desfilar com uma ala coreografada.  A ala era formada pelo grupo de balé de Mercedes Batista, primeira bailarina negra do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

“Natalino José do Nascimento, Natal, estava preso no carnaval de 1961, sob acusação de ter assassinado um outro bicheiro chamado David. Os advogados do presidente de honra da Portela alegaram legítima defesa, pois David era mais forte, mais novo e anunciava para quem quisesse ouvir que mataria seu oponente. “Ele me chamava de negro safado”, dizia Natal para justificar sua ira contra David. O fato é que, quando os dois se encontram, três tiros acabaram com a vida de David. Mesmo na prisão, Natal jamais deixou de comandar a Portela”.

Comentário: 

Para seu comentário ao final do Post utilize o Campo Deixe uma Resposta

Referências: Wikipédia, 30 curiosidades sobre o carnaval, Sérgio Cabral.

Comments (8)

  1. Esse bloc me faz lembrar de bons momentos que passei no carnaval, juntamente com minha família. E tambem gostei muito das várias informações que eu desconhecia.

  2. Feliz em poder compartilhar de seus conhecimentos.

  3. Ótima oportunidade que estou tendo para aprender sobre a história do carnaval!!! Amei o blog!!

  4. uma ótima ideia esse blog estou vendo como o carnaval era bom.