ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Escolas de samba do grupo especial vão produzir máscaras para comunidades e aventais para rede de saúde

Presidente Jorge Castanheira revelou a novidade e adesão de todas escolas para o site CARNAVALESCO

“Consultamos todas escolas e a adesão foi unânime. É uma força-tarefa. Algumas já estão produzindo máscaras, doando cestas básicas e material de higiene pessoal. Todas vão participar da produção de máscaras e aventais. Recebemos a orientação de médicos do Hospital do Fundão (UFRJ), da Fiocruz, além da secretaria municipal de Saúde, para identificarmos os insumos necessários e os modelos para produção”, disse.

Segundo Castanheira, a coordenação da Liesa envolve também o contato com fornecedores que possam contribuir com os insumos para a produção dos aventais e máscaras.

“Algumas escolas vão utilizar seus barracões para produção, outras preferem usar pontos mais próximos das comunidades ou suas quadras. Estamos buscando soluções para diminuirmos o impacto do vírus. A ideia é ter seis costureiras por escola. A Liesa vai dar uma remuneração básica. Isso por 30 dias e vamos vendo a demanda e necessidade de todas. Já temos instruções de voluntários, médicos, que querem ajudar para desenvolvermos os aventais e máscaras”, explicou.

Fonte: Carnavalesco