ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Internado desde março, mestre Mug precisa de doação de sangue

Banco de doares fica na Avenida Boulevard 28 de setembro, 109, no 6º andar. Ao chegar no local, a pessoa deve informar que a doação é para Amadeu Amaral, nome de mestre Mug

Credito: Redação Carnavalesco

Mestre Mug, que por mais de 30 anos comandou a bateria da Vila Isabel, está internado desde o dia 12 de março, no Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe), na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo sua esposa Leila, ele necessita de doação de sangue. Para doar é só comparecer no hospital, no bairro de Vila Isabel, de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 15h (exceto feriado). O banco de doares fica na Avenida Boulevard 28 de setembro, 109, no 6º andar. Ao chegar no local, a pessoa deve informar que a doação é para Amadeu Amaral, nome de mestre Mug.

O sambista, presidente de honra da bateria da Vila Isabel, foi internado para tratar uma hérnia de disco na cervical e na lombar. Durante a internação, ele contraiu uma bactéria no pulmão. Agora, Mug segue o tratamento e somente depois que poderá fazer a cirurgia na coluna.

Requisitos Básicos para Doação de Sangue:

Estar em boas condições de saúde;
Ter entre 16e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos;
Pesar no mínimo 50kg;
Estar descansado;
Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa até 4 horas antes da doação);
Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial.

O Banco de Sangue Herbert de Souza, Serviço de Hemoterapia do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE) foi inaugurado em 1950 e faz parte da hemorrede estadual. Com uma média de 7200 doações/ano, o serviço de hemoterapia realiza 9600 procedimentos transfusionais/ano, estando sempre em busca de expansão e qualidade de seus serviços.

Suas atividades compreendem desde a captação de doadores até a distribuição de hemocomponentes utilizados no HUPE e demais serviços credenciados.

A doação voluntária é indispensável e faz com que o Serviço de Hemoterapia desempenhe um papel fundamental no HUPE e na sua missão de prestar assistência integrada, humanizada e de excelência à saúde.

Recuperado da Covid-19

Em setembro do ano passado, mestre Mug conseguiu se recuperar da Covid-19. “Eu venci a Covid1-19! Que felicidade poder ir para casa. Agradeço a minha família, a todos os meus fiéis amigos que samba me deu, vocês nunca me abandonam. Obrigado por todas as orações, pensamentos positivos, inúmeras mensagens e ligações. O mestre voltou, obrigado meu Deus!”, disse na época.