Museu do Samba realiza Evento Educativo “ Africanidades”

CULTURA E EDUCAÇÃO EM PAUTA

Africanidades – release

Evento Educativo: “Africanidades: um ensino antirracista”

O Museu do Samba em parceria com a Escola Municipal Francisco Jobim realizará de 10 à 19 de maio evento educativo, com presença de figuras de grande relevância do movimento negro, para discutir a importância de uma formação escolar que abranja a cultura afro-brasileira em nossa sociedade. Para o professor Ygor Lioi, diretor adjunto da Escola Municipal Francisco Jobim e idealizador da agenda, o evento “Africanidades: um ensino antirracista, busca ressignificar a data do 13 de maio, valorizando e ressaltando o papel de nossa ancestralidade na luta pela sua própria libertação. O objetivo principal é a difusão e aplicação da Lei 10.639/2003, como política pública para diversas comunidades  escolares, traçando uma ação de ensino antirracista na educação básica”. Algumas das figuras militantes da causa negra no Brasil participarão de discussões que abordarão sobretudo o papel fundamental de uma educação que abranja – Cultura e História. “Importante pensar a implantação do ensino da história da cultura afro brasileira sob ótica da reparação, contada por outras vozes, incluindo o que não consta na historiografia oficial,  afirma  Nilcemar Nogueira, coordenadora de projetos do Museu do Samba.  Com objetivo de premiar anualmente professores da rede municipal de

ensino do Rio de Janeiro que tenham como práticas pedagógicas a luta antirracista, foi criada a comenda Antonieta de Barros (professora e educadora popular, primeira mulher negra eleita parlamentar no Brasil em 1934, tendo sido responsável pela criação do dia do professor).  A primeira homenageada com a comenda será a escritora Maria da Conceição Evaristo Brito, que foi professora da rede, e tem reconhecida sua luta antirracista e em defesa da mulher.

Será também prestada uma homenagem in memoriam ao professor da SME-RJ, Diego Tavares Cordeiro, que foi autor de sambas enredo da Viradouro e Salgueiro, tendo sido grande militante da implementação da Lei 10.639 na rede pública de ensino.

Serviço:

Transmissão: Youtube e Facebook da Revista Fórum

Datas: de 10/05 a 19/05

Horário: 9h às 10h30

Composição das mesas:

Mesa 1 – 10/05/2021 – Cérebros, mãos e pés na construção de uma nação: o

negro e seu papel fundante no Brasil.

Mediação: Carlos Eduardo Coutinho

Participantes: Mônica Lima, Hebe Mattos, Vinícius Natal, Caroline Guedes e Caio Sérgio.

Mesa 2 – 11/05/2021 – Podcast do Atlântico negro: produção de conteúdo e

mídias pelos intelectuais negros.

Mediação: Nathalia Sarro

Participantes: Equipe do podcast.

Mesa 3 – 12/05/2021 – Esporte, musicalidade e literatura: uma herança

africana

Mediação: João Gustavo Melo

Participantes: WG, Jessé Andarilho, Wanderley Monteiro, Xande de

Pilares, MC Viajante Lírico.

Mesa 4 – 13/05/2021 – Subúrbio preto: quilombos, narrativas, identidade,

existências

Mediação: Philippe Valentim

Participação: Rodrigo França, Luiz Antônio Simas, Neliana Silva,  Martha

Abreu, Rudson Martins e Pedro Rajão.

Mesa 5 – 14/05/2021 – Literatura preta e intelectuais negros: uma luta

antirracista

Mediação: Vanessa Daya

Participação: Eduarda Ferreira e Helena Ferreira, do projeto Pretinhas

Leitoras, Ellen Ferreira, Otávio Junior, Mônica Sacramento.

Mesa 6 – 17/05/2021- Representatividade social: protagonismos negres

Mediação: Ronald Sorriso

Participação: Jorge Freire, Edson Santos, Benedita da Silva, Jota

Marques, Tainá de Paula.

Mesa 7 – 18/05/2021 – O audiovisual preto: lutas e a produção de negres

dos subúrbios

Mediação: Ygor Lioi

Participação: Jorge Santana, Carmen Luz, Clementino Junior, Rossandra

Leone, Anderson Quack.

Mesa 8 – 19/05/2021 – Mulheres pretas, ancestralidade e matriarcado: a

força feminina.

Mediação: Leidiane Macambira

Participação: Nilcemar Nogueira, Flávia Oliveira, Joana Oscar, Joyce

Trindade e Renata Souza

Visita mediada – 20/05/2021 – Tour virtual pela exposição “Semba/Samba:

corpos e atravessamentos”, do Museu do Samba.

Serviço –

“Africanidades: um ensino antirracista”

Data: de 10 de maio de 2021 à 15 de maio de 2021

Horário: de 9h às 10:30h

Abertura: Dia 10/05/2021 – Mesa – Cérebros, mãos e pés na construção de

uma nação: o negro e seu papel fundante no Brasil.  Com Carlos Eduardo

Coutinho, Mônica Lima, Hebe Mattos, Vinícius Natal, Caroline Guedes e

Caio Sérgio.

Locais de transmissão: https://www.facebook.com/forumrevista/ &

https://www.youtube.com/user/forumrevista

Mais contatos:

Telefone Ygor Lioi – (21) 96410-0787

E-mail Museu do Samba – contato@museudosamba.org.br

MUSEU DO SAMBA

Rua Visconde de Niterói, 1296 – Mangueira – Rio de Janeiro

Telefone: +55 21 3234.5777

www.museudosamba.org.br

Facebook: museu.do.samba

Instagram: @museudosamba

Paulo Costa