ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sambódromo tem tombamento definitivo determinado pelo Iphan

Crédito: Foto G1 – Globo

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) concedeu tombamento definitivo à Passarela do Samba Professor Darcy Ribeiro. Desde 2016, a proteção dada pela autarquia era provisória. O comunicado foi publicado na edição do último dia 22 do Diário Oficial da União (DOU).

O tombamento do Sambódromo, na Avenida Marquês de Sapucaí, integra os bens representativos do conjunto da obra do arquiteto Oscar Niemeyer, e agora integra o Livro do Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico do Iphan. Também se tornaram patrimônio definitivamente outros 26 locais com edificações projetadas pelo arquiteto, como a Casa das Canoas, no Alto da Boa Vista, e o Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Niterói. Outras obras estão localizadas em São Paulo e no Distrito Federal.

“É uma alegria receber da presidente do Iphan, sra. Larissa Peixoto, a comunicação desse ato histórico de reconhecimento dessa importante obra do Niemeyer que é a Passarela do Samba Professor Darcy Ribeiro. A partir de agora, e definitivamente, está preservada pelo órgão federal de Patrimônio”, celebrou a presidente da Riotur, Daniela Maia.

O Sambódromo foi inaugurado em 1984, substituindo as arquibancadas provisórias que eram montadas anualmente para o desfile das escolas de samba. Com 60 mil metros quadrados e pista de cerca de 700 metros de extensão, a Passarela tem capacidade para receber até 64 mil pessoas.

Administração renovada pelos próximos dez anos

Além disso, o prefeito Eduardo Paes publicou na edição do Diário Oficial da última quarta-feira, dia 28, o ato que cede à Riotur a administração da Passarela do Samba Professor Darcy Ribeiro por 10 anos, valendo agora até 2031.