ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Taciane Tejo venceu o câncer e foi e destaque de chão da Campeã Vai-Vai

Aos 33 anos de idade, a juíza arbitral conciliadora e fisioterapeuta, que estreou  como destaque de chão da escola de Samba Vai-Vai que sagrou-se campeã pelo acesso 1 e em 2021 estará de volta  a elite do carnaval Paulistano. Pé quente, ela deu o grito de campeã e já se prepara para ser capa da nova revista Feras na edição de abril.

Ela que Lutou contra a morte, venceu a doença e hoje vê que os obstáculos só os fortaleceram e seus sonhos são possíveis sim.

Taciane:

– Me sinto lisonjeada e hoje eu represento a superação, e isso que quero trazer para nossa amada escola, pois foi um ano de superação da nossa agremiação, vencemos no final.

Tive passagem pela as escolas de Samba Tom Maior como destaque de alegoria e hoje sou destaque de chão no Vai-Vai e atual capa da Revista Feras.
Comecei a desfilar no ano passado em 2019, mais meu sonho é ser Rainha de bateria.

Sou nascida em um bairro simples de periferia de São Paulo em (Osasco). Sou criada dentro dos princípios de uma família humilde, mas dedicada, desde o início da adolescência trabalhei e encarei com seriedade a vida.
Sempre despertei um grande sonho em participar do carnaval, encantada pela magia e beleza das cores.

Apresentei uma infância e juventude complicadas com doenças , internações e cirurgias, marcadas com tratamento de 2 cânceres e com problemas cardíacos congênitos ( comunicação interatrial), que após correção cirúrgica aos 26 anos consegui superar todas as dificuldades e restaurar minha saúde.
Hoje me sinto disposta e saudável para atravessar não só a avenida da vida, como a passarela do samba, que me traz toda a emoção e felicidade de uma guerreira vencedora e conquistadora de um grande sonho.

Desde os primeiros anos de infância sempre sonhei em participar de todo o encanto e magia do carnaval.

Poder desfilar e desfrutar ao vivo desta maravilhosa festa popular já passa a ser surreal.

Encantada com a alegria, perfeição e compromisso da Escola de Samba “Vai – Vai” tradicionalíssima e campeã do carnaval de São Paulo há 90 anos, tornou-se para mim desfilar mais que um sonho infantil, e sim a glória de uma grande conquista pessoal.

 

 

Fotos: Alex Pires