TEATRO RIVAL REFIT APRESENTA: “A NEGONA DO AXÉ COM BANDA MOJUBÁ”

TEATRO RIVAL REFIT APRESENTA: “A NEGONA DO AXÉ COM BANDA MOJUBÁ”

Margarete Mendes. Em “Raiz da Liberdade” – show presencial.

Tem samba de raiz no Teatro Rival Refit! A cantora Margarete Mendes, conhecida como a Negona do Axé, apresenta o show “Raiz da liberdade”, no Dia da Consciência Negra, 20 de novembro. Em seus 30 anos de carreira, a artista desenvolveu uma bela e expressiva forma de interpretação, unindo sua voz marcante e a dança ancestral, que conduzem o público por uma viagem cultural pelos caminhos do samba de seus ancestrais. Representando a força feminina do samba e a identidade da cultura popular do povo negro, a Negona do Axé vai cantar um repertório com 25 sambas e sambas de enredo antológicos que fazem referência à cultura afro-brasileira. E tem mais! Margarete Mendes vai contar também com um convidado especial: o cantor Mariano Maia, intérprete oficial do Cacique de Ramos. 

 Serviço:  20/11, sábado, às 19:30h

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 60,00

LINK: https://bileto.sympla.com.br/event/69596/d/112937/s/661852

Local: Teatro Rival Refit                                                      

Dia – 20 de novembro – sábado  às 19:30h  – Abertura da casa: Uma hora antes do show.

Teatro Rival Refit – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. 

Segundo decreto municipal sobre o público nas casas de espetáculo, o Teatro Rival Refit está autorizado a funcionar com lotação máxima, mas continuará com os processos de higienização e sanitização, feitos por empresa especializada antes de cada show.

O uso de máscara ainda é obrigatório, assim como a apresentação do comprovante de vacinação – carteira de vacinação digital do ConecteSUS, a própria caderneta física ou um papel timbrado da Secretaria Municipal de Saúde – para entrar no Teatro Rival Refit. A regra da Prefeitura do Rio vale para todas as casas de show e outros lugares públicos fechados.

O Teatro Rival Refit começa a receber o público uma hora antes, com som ambiente, ar condicionado e serviço de bar, seguindo, claro, todos os protocolos sanitários para proteger público, artistas e funcionários.

Na entrada, todos terão temperatura aferida, e haverá dispensers de álcool 70° em gel distribuídos pelas dependências do teatro.

 

Paulo Costa