Unidos da Tijuca, Portela e Grande Rio escolhem sambas em ritmo de emoção

Unidos da Tijuca, Portela e Grande Rio escolhem sambas em ritmo de emoção

À medida que os dias passam, disputas ficam mais acirradas. Mais três finalíssimas aconteceram nesta quinta-feira, 30, no programa Seleção do Samba, parceria da TV Globo e LIESA

Aos poucos, a Cidade do Samba vai recuperando a sua tradicional alegria. Nos barracões, as Escolas dão início aos preparativos para o Carnaval 2022. Na praça central, no estúdio montado pela TV Globo, as emoções se renovam a cada dia, desde a última terça-feira. Até ontem, nove das doze agremiações que integram o Grupo Especial, definiram seus sambas para os desfiles no Sambódromo. As últimas três encerram o ciclo ao longo desta sexta-feira.

Sambistas fantasiados, baterias ensaiando suas convenções, cavaquinhos buscando a melhor harmonia. Quem passa ao longo da grande tenda tem a sensação de que o Carnaval está bem mais próximo do que se imagina.

Simultaneamente, os sambas escolhidos – que serão apresentados na série Seleção de Samba, em sábados de outubro e novembro – começam a ser gravados no estúdio da Companhia dos Técnicos, em Copacabana, de onde sairão para sacudir as plataformas digitais.

No estúdio da praça central, o âncora Luís Roberto, os comentaristas Milton Cunha e Teresa Cristina, estão cada vez mais afinados com o elenco, que se renova a cada três horas. Assim como as emoções. Afinal, todos querem vencer.

O Diretor de Carnaval da LIESA, Elmo José dos Santos, é o primeiro a chegar e o último a deixar a Cidade do Samba. Ao lado do engenheiro Edson Marcos, organiza o café da manhã para os sambistas e a produção, confere os mínimos detalhes, como se estivesse trabalhando na cabeceira da pista, onde todas as concorrentes são tratadas em absoluta condição de igualdade. É necessário que todas estejam preparadas para apresentar o melhor. No estúdio também é assim.

Elmo destaca a importância do trabalho que a TV Globo está fazendo ao esmiuçar os bastidores da criação de enredos e dos sambas, mostrando para o Brasil inteiro riquezas do samba carioca: “Normalmente, a única informação que o público tem é o resultado final desse trabalho, já transformado em desfile. Agora, as pessoas entenderão que o espetáculo é muito mais bonito do que parece!”- conclui.

Garra e empolgação na hora do tira-teima

Os votos da comissão julgadora coincidiram com a opinião dos internautas que, ao longo dos últimos dias, manifestavam a sua preferência pelo samba que acabou sendo o vencedor na disputa da Unidos da Tijuca. Para contar a história do guaraná, defendida no enredo “Waranã – A Reexistência Vermelha”, do carnavalesco Jack Vasconcelos, a Agremiação do Morro do Borel levará para o Sambódromo a composição assinada por Anderson Benson, Eduardo Medrado e Kleber Rodrigues. A Tijuca será a quarta Escola a se apresentar na Segunda-Feira de Carnaval, 28/2.

Clique aqui e veja a letra do samba vencedor na Unidos da Tijuca

Como era esperado, a disputa na Portela, segunda Agremiação a entrar em estúdio, foi acirradíssima. Intérpretes e compositores defenderam seus sambas com muita garra, ao som envolvente da bateria de mestre Nilo Sérgio. O vencedor foi aclamado ao cair da tarde: caberá ao samba da parceria formada por Wanderlei Monteiro, Vinicius Ferreira, Rafael Gigante, Bira, Edmar Jr, Paulo Borges e André do Posto 7 a responsabilidade de defender na Avenida o enredo “Igi Osè Baobá”, dos carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage, um passeio pelas tradições africanas. A Azul e Branca será a segunda Agremiação a desfilar na Segunda-Feira de Carnaval.

Clique aqui e veja a letra do samba vencedor na Portela

Grande Rio a abriu as portas de sua quadra, em Duque de Caxias, para que a comunidade recebesse a notícia sobre o samba vencedor. E foi com muita vibração que os torcedores comemoraram a vitória da parceria formada por Gustavo Clarão, Arlindinho Cruz, Jr. Fragga, Claudio Mattos, Thiago Meiners e Igor Leal, que terá a responsabilidade de defender o enredo “Fala Majeté! Sete Chaves de Exú”, dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora. A vice-campeã de 2020 será a quinta Escola a desfilar na Segunfa-feira de Carnaval.

Clique aqui e veja a letra do samba vencedor na Grande Rio

As últimas três Agremiações gravam nesta Sexta, 1º

As gravações se encerrarão nesta sexta-feira, 1º, quando Paraíso do Tuiuti, Beija-Flor de Nilópolis e Unidos do Viradouro farão as suas finalíssimas.

O Seleção do Samba, uma parceria da LIESA com a TV Globo, será exibido aos sábados, a partir do dia 16 de outubro, após o ‘Altas Horas’. A cada semana, três Escolas apresentam seus três sambas finalistas, e o escolhido é decidido por um júri da própria agremiação. No dia 13 de novembro, festa completa, com a o quinto e último programa da série, reapresentando os 12 sambas oficiais do Carnaval 2022.

 

 

 

Paulo Costa